Concorrência dá “luz verde” a compra de Parque Eólico do Pisco pela Ikea

  • Lusa
  • 1 Fevereiro 2018

A Autoridade da Concorrência autorizou a compra do Parque Eólico do Pisco à Ikea, na Guarda, por defender que não cria entraves à concorrência.

A Autoridade da Concorrência (AdC) deu “luz verde” à compra pelo Ikea do Parque Eólico do Pisco, na região da Guarda, alegando não criar entraves à concorrência efetiva no mercado da produção de energia elétrica, segundo um aviso publicado.

A decisão, tomada esta quarta-feira, efetiva a compra da holding do grupo internacional Ikea à Windpartners Renováveis. A compra das ações do parque eólico foi efetuada através da subsidiária portuguesa Ikea Portugal – Móveis e Decoração.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Concorrência dá “luz verde” a compra de Parque Eólico do Pisco pela Ikea

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião