MLGTS, VdA e PLMJ lideram ranking da Chambers and Partners

Morais Leitão é a única que concorre nas 21 áreas do diretório com 13 distinções em "Band 1" - a nota máxima - em áreas. Segue-se a Vda em 12 áreas e a PLMJ em 11.

Já são conhecidos os resultados da Chambers and Partners Europe. A Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados (MLGTS), a Vieira de Almeida (VdA) e a PLMJ estão no top 3 das sociedades mais bem classificadas (em band 1).

A MLGTS é a única sociedade a concorrer às 21 áreas apresentadas pelo diretório. Na sua classificação, o guia da Chambers atribuiu Band 1, a nota de liderança máxima, a 13 áreas da MLGTS, onde se incluem Banking and Finance, Capital Markets, Competition/ European Law, Corporate/ M&A, Dispute Resolution, Employment, Energy & Natural Resources, Insurance, Planning, Projects, Public Law, Tax e General Business Law – Porto.

Já a VdA concorre a 18 áreas e é distinguida em 12 delas em band 1 e a PLMJ concorre a 20 áreas e tem 11 distinções.

Segundo comunicado enviado pela MLGTS, em termos de advogados individuais, “a MLGTS tem um total de 60 nomeações, correspondendo a 45 advogados distinguidos. José Manuel Galvão Teles é reconhecido como Senior Statesman em Dispute Resolution, sendo que Carlos Osório de Castro, Luís Branco e Rui Patrício permanecem como Star Individuals. António Lobo Xavier e Nuno Galvão Teles aparecem como Eminent Practitioners, ao lado dos advogados de Band 1 António Pinto Leite, Carlos Botelho Moniz, Filipe Lowndes Marques, Francisco Cortez, Francisco de Sousa da Câmara, João Pereira Reis, João Soares da Silva, Joaquim Vieira Peres, Luís Miguel Monteiro, Margarida Lima Rego e Margarida Olazabal Cabral”.

Entre os advogados, destacam-se ainda as entradas no ranking de António Pedro Braga, Luís Nascimento Ferreira, Isabel Santos Fidalgo e Paula Ponces Camanho.

O diretório Chambers and Partners identifica e recomenda as principais sociedades de advogados, através da avaliação por rankings, de acordo com um processo de análise independente, baseado num procedimento tripartido em submissões, feedback dos clientes e feedback dos pares.

Para Nuno Galvão Teles, managing partner da MLGTS, “a atribuição de top ranked à MLGTS deixa-nos muito satisfeitos, consolidando uma reputação de liderança ano após ano. Todos os dias trabalhamos para oferecer serviços de qualidade máxima, com um grau de excelência que é invariável e reconhecido internacionalmente. A Chambers tem, nos seus guias, reconhecido esse compromisso permanente com o rigor em todas as áreas a que nos dedicamos, e que têm vindo a aumentar com os anos.”

Já a VdA, com 19 áreas nomeadas, 12 são em Band 1 e quatro em Band 2. “A nível de nomeações individuais, a VdA apresenta 54 advogados destacados nas mais diversas áreas e setores, com 5 novas entradas, e subidas de ranking entre a recente geração de advogados”, segundo comunicado do escritório.

Após termos ganho o prémio de 2017: Client Service Law Firm of the Year – e em 2016: Portuguese Law Firm of the Year – a VdA continua a afirmar-se no mercado como uma firma de forte vocação sectorial, líder de mercado na advocacia empresarial e presente já em 12 jurisdições, nomeadamente na Africa Francófona e de língua oficial portuguesa, razão pela qual foi também recentemente finalista aos prémios da Chambers Africa Awards Excellence na categoria de “ Lusophone Africa Law Firm of the year” , explica o mesmo comunicado.

Numa análise global, a PLMJ consegue mais uma vez nomeações em 20 do total de 21 áreas analisadas (só não estando em Shipping). E está Band 1 em 11 áreas e arrecadou 58 recomendações individuais, atribuídas a 42 advogados. É também a sociedade em Portugal, com mais advogados em Top Bands (somando as Bands 1 e 2 com os Senior Statesman, Star Individuals e Eminent Practitioner), com um total de 33 Advogados nestas categorias.

A Linklaters está também distinguida em Band 1 em seis áreas distintas, tendo concorrido a 13.

Segundo comunicado enviado pela SRS Advogados: “o directório distingue as áreas de Competition e TMT com Band 1 e atribui 26 distinções individuais. Os sócios César Sá Esteves, Gonçalo Gentil Anastácio e Octávio Castelo Paulo são distinguidos individualmente em Band 1 em Employment, Competition e TMT, respectivamente”, diz a mesma fonte.

Comentários ({{ total }})

MLGTS, VdA e PLMJ lideram ranking da Chambers and Partners

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião