PLMJ tem quatro novos sócios

Alexandra Mota Gomes, Mariana França Gouveia, João Velez de Lima e Carmen Baptista Rosa são os novos sócios do escritório que passa a ter um total de 61 sócios integrados no total de 261 advogados.

Na sequência da assembleia Geral de sócios, a PLMJ Advogados acaba de promover quatro novos sócios.

Para Luís Pais Antunes, Managing Partner de PLMJ: “As decisões agora adotadas pela sociedade refletem o reconhecimento das respetivas qualidades pessoais e profissionais dos Advogados de PLMJ. A nomeação de quatro novos sócios traduz também uma clara afirmação de confiança no projeto de PLMJ e na consistência e excelência das nossas capacidades.”

Os novos sócios são: Alexandra Mota Gomes, que integra a equipa de PLMJ Compliance, Contencioso Penal e Contraordenacional; Carmen Batista Rosa, sediada no escritório de Faro, a advogada integra a área de PLMJ Arbitragem e Contencioso. Esta é a primeira advogada de PLMJ dos escritórios do Algarve a integrar o colégio de sócios. E ainda João Velez de Lima, sediado no escritório do Porto, da área de PLMJ Fiscal e Mariana França Gouveia, que integra a equipa de PLMJ Arbitragem.

A PLMJ Advogados reforça, desta forma, a sua posição enquanto maior sociedade de Advogados de Portugal, com cerca de 260 Advogados, 61 dos quais sócios e com atuação em mais de 10 países.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

PLMJ tem quatro novos sócios

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião