Garrigues assessora BMO Real Estate Partners

As equipas de Imobiliário e Fiscal - lideradas por Jorge Gonçalves, Tiago Cassiano Neves e Miguel Menezes da Silva - assessoraram a BMO Real Estate Partners na aquisição do edifício Liberdade 108.

As equipas de Imobiliário e Fiscal da Garrigues – lideradas por Jorge Gonçalves, Tiago Cassiano Neves e Miguel Menezes da Silva – assessoraram a BMO Real Estate Partners na aquisição do edifício Liberdade 108, em Lisboa, representando um investimento de aproximadamente 15 milhões de euros.

A BMO Real Estate Partners – através do Fundo Best Value Europe II – concluiu a aquisição deste edifício, um dos mais emblemáticos da Avenida da Liberdade, onde se situa a loja Michael Kors, e que tem uma área total de 2104m2.

Esta aquisição marca a entrada da BMO Real Estate Partners como investidor no mercado imobiliário português.

A Garrigues é uma sociedade de advogados internacional, com escritórios em Lisboa e no Porto, que presta serviços jurídicos e oferece assessoria em direito empresarial nos principais cenários económicos do mercado global.

A Garrigues é composta por duas mil pessoas, de vinte e cinco nacionalidades diferentes e tem escritórios em doze países (para além de Portugal, no Brasil, na Bélgica, no Chile, na China, na Colômbia, na Espanha, nos E.U.A., em Marrocos, no México, no Peru, na Polónia e no Reino Unido).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Garrigues assessora BMO Real Estate Partners

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião