Nos já não é líder de mercado no triple play. Foi ultrapassada pela Meo

A Meo e a Vodafone ganharam clientes no primeiro semestre do ano. Mas, nesse período, a Nos deixou de ser líder de mercado dos pacotes "triple play".

A Nos NOS 0,09% já não é líder de mercado nas ofertas convergentes em triple play (“3P”, ou seja, televisão, internet e telefone, por exemplo). A quota de subscritores da operadora ao nível dos pacotes de telecomunicações encolheu no primeiro semestre do ano, num período em que a Meo ganhou mais vantagem sobre a concorrente Nos e a quota da Vodafone cresceu ao mesmo ritmo da quota da Meo, revela um relatório publicado esta segunda-feira pela Anacom. Já a quota da Nowo também encolheu na primeira metade do ano, sem contar ainda com o efeito da exclusividade da Liga dos Campeões.

“Durante o primeiro semestre de 2018, a Meo ultrapassou a Nos no 3P”, lê-se no relatório semestral do regulador, que analisa as quotas de subscritores das operadoras que oferecem serviços em pacote — as chamadas ofertas convergentes. Concretamente, no que toca ao triple play, a quota de subscritores da Meo fixou-se em 34,5%, enquanto a da Nos se cifrou em 34%.

Analisando as ofertas de forma detalhada, a Meo consegue assim o feito de liderar o mercado das ofertas convergentes em todas as modalidades. “No primeiro semestre de 2018, o nível de concentração aumentou. (…) De acordo com a informação disponível, e atendendo à quota de subscritores, a Meo liderava em todos os tipos de oferta”, sublinha a Anacom no mesmo relatório. Foi, neste período, “o prestador que captou mais subscritores em termos líquidos”, conseguindo 111 mil novos clientes.

Quotas de subscritores de serviços em pacote, por modalidade

Fonte: AnacomFonte: Anacom

Meo e Vodafone “roubam” mercado à Nos

No geral, tendo em conta todas as modalidades (do “2P” ao “5P”), a Meo e a Vodafone “roubaram” quota de mercado à Nos durante o primeiro semestre. As duas operadoras melhoraram as respetivas quotas de subscritores de serviços prestados em pacote, enquanto a quota da Nos encolheu no mesmo período, quando comparada com o período homólogo.

Neste período, a Meo distanciou-se da concorrente Nos e viu a quota de mercado melhorar 0,9 pontos percentuais em termos homólogos, tendo fechado o mês de junho com uma quota de subscritores de ofertas em pacote de 40,5%. Em contrapartida, a quota de mercado da Nos encolheu 1,4 pontos percentuais face ao mesmo semestre de 2017, para 37,7%.

A quota de mercado da Vodafone também cresceu ao mesmo ritmo da quota da Meo: os clientes de ofertas em pacote da operadora liderada por Miguel Almeida aumentaram 0,9 pontos percentuais em termos homólogos, com a empresa a registar uma quota de mercado de 17,3%.

Já o grupo Apax, que detém a operadora Nowo, também perdeu clientes na primeira metade de 2018: a quota recuou 0,5 pontos percentuais, para 4,5%. Apesar de a Nowo estar na ribalta por ter a exclusividade da ElevenSports — é a única plataforma de TV por subscrição a transmitir os jogos da Liga dos Campeões –, os resultados deste primeiro semestre ainda não incorporam os efeitos que esta exclusividade poderá ter tido na adição de clientes para o portefólio da empresa presidida por Miguel Venâncio.

Quotas de subscritores de serviços prestados em pacote

Fonte: Anacom

Comentários ({{ total }})

Nos já não é líder de mercado no triple play. Foi ultrapassada pela Meo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião