Uber perde mais de mil milhões de dólares em três meses

A Uber continua a registar prejuízos elevados. Entre julho e setembro, perdeu mais de mil milhões de dólares, enquanto tenta expandir os negócios a nível global e se prepara para um IPO em 2019.

A Uber teve prejuízos superiores a mil milhões de dólares no terceiro trimestre, apesar de as receitas terem subido 38% no mesmo período. A empresa está a gastar mais para tentar acelerar o crescimento, enquanto se prepara para entrar na bolsa norte-americana na segunda metade do próximo ano.

Entre julho e setembro, a Uber perdeu 1,07 mil milhões de dólares. Este resultado é uma melhoria em relação ao mesmo período do ano passado, mas é superior em 20% quando comparado com o segundo trimestre deste ano, no qual obteve prejuízos de 891 milhões de dólares.

“À medida que vamos preparando o IPO e o período pós-entrada em bolsa, estamos a investir no crescimento futuro da nossa plataforma, incluindo [o negócio das] refeições, transportes, bicicletas elétricas e scooters e, também, em mercados de grande potencial na Índia e no Médio Oriente, onde continuamos a solidificar a nossa posição de liderança”, afirmou Nelson Chai, administrador financeiro da Uber, citado pelo The Guardian.

Apesar das perdas, as receitas da companhia subiram 38% no trimestre, em termos homólogos, segundo informação revelada voluntariamente pela própria empresa de capital privado.

A empresa liderada por Dara Khosrowshahi também continua a gerar receitas significativas com a plataforma de entrega de refeições. A Uber Eats faturou 2,1 mil milhões de dólares no trimestre, um valor que representa 17% do total de 12,7 mil milhões de dólares que a companhia gerou em receitas brutas com reservas — isto é, com o negócio dos transportes e das refeições.

Grandes tecnológicas como a Uber, nascidas no seio da economia da partilha, são conhecidas por apostarem de forma expressiva no crescimento dos negócios, ao invés de pensarem em resultados positivos e em remuneração para os acionistas. No entanto, a plataforma norte-americana, que também tem operações em Portugal, o facto de estar a antecipar um IPO para a segunda metade do ano faz com que os resultados estejam aquém das expectativas, de acordo com a Bloomberg (acesso condicionado).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Uber perde mais de mil milhões de dólares em três meses

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião