PLMJ lidera m&a e private equity em 2018

O Transactional Track Record (TTR) divulgou os seus rankings relativos ao ano de 2018: PLMJ é líder nacional na assessoria jurídica a operações de M&A e também de Private Equity.

O Transactional Track Record (TTR) divulgou os seus rankings relativos ao ano de 2018: a PLMJ é líder nacional na assessoria jurídica a operações de M&A e também de Private Equity.

Na League Table de M&A, PLMJ ocupa o topo da lista pelo número de transacções – 29 no total – enquanto que, no que respeita à lista por valor, encontra-se em segundo lugar. Já na League Table de Private Equity, PLMJ está no topo da lista pelo valor das transações, com um total de 1.410,50 mil milhões de euros, tendo alcançado o segundo lugar na lista pelo número de transações.

Este é um ano que fica marcado pelo facto da PLMJ ter dois dos quatro negócios do ano. No 2º trimestre, Tomás Pessanha, sócio de PLMJ Corporate M&A que terminou o ano no top 3 de deal makers do TTR, liderou a assessoria à KKR e Goldman Sachs Private Capital Investments numa das maiores injeções de capital (309 milhões de Euros) na OutSytems, naquele que foi considerado o Deal of the Quarter pelo TTR.

No que respeita ao 3º trimestre, foi a vez de Diogo Perestrelo, Sócio de PLMJ Corporate M&A, ver a sua operação considerada o Deal of the Quarter, liderando a assessoria na compra pela Morgan Stanley e Fundo Horizon das torres de telecomunicações da MEO.

Mais recentemente, foi também considerada Deal of the Month do mês de Outubro pelo Transactional Track Record (TTR), a assessoria de PLMJ à W.P. Carey, um fundo de investimento em Real Estate, sedeado nos EUA, na compra de um centro logístico na Azambuja, concluída por um total de 43 milhões de euros e liderada por Duarte Schmidt Lino, sócio de PLMJ Corporate M&A e Private Equity.

Comentários ({{ total }})

PLMJ lidera m&a e private equity em 2018

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião