Quer aprender a gerir o stress no trabalho? Esta formação trabalha a resiliência

  • Ricardo Vieira
  • 7 Maio 2019

Em junho e novembro, há uma formação que dá a conhecer estratégias para controlar o stress laboral e a desenvolver a resiliência.

Aprender a controlar o nível de stress no trabalho e saber gerir conflitos estão entre os objetivos principais da formação em “resiliência”, promovida pela IFE by Always.

Nesta formação, além de serem apresentadas estratégias individuais para lidar com as situações mais críticas, serão dadas aos participantes as ferramentas para determinaram as causas de stress.

Reconhecer situações de stress no trabalho e saber como isso afeta o rendimento laboral, diferenciar tensão e stress mas também o papel do líder como facilitador para canalizar e superar as situações que geram stress, são assuntos que fazem parte do programa formativo. Afinal, o burnout dos colaboradores está entre as principais preocupações das empresas.

Através de um autodiagnóstico, todos os participantes vão determinar o seu nível de resiliência e, a partir daí, perceber que práticas são para manter, alterar e adotar. No mesmo curso, vão ser abordadas as várias dimensões da resiliência e como podem ser otimizadas. Autocontrolo das emoções, otimismo, análise do ambiente, empatia, autoconfiança, leitura corporal, capacidade de relacionamento, autoconfiança são temas que também vão ser abordados.

A formação, com a duração de sete horas, tem inscrições abertas para duas datas em Lisboa: 19 de junho e 26 de novembro.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Quer aprender a gerir o stress no trabalho? Esta formação trabalha a resiliência

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião