Fidelidade distinguida pela gestão de pessoas e responsabilidade social

  • Ricardo Vieira
  • 14 Maio 2019

Empresa foi eleita através de votação do público, na qual participaram mais de 25 mil pessoas.

A Fidelidade foi considerada a melhor empresa na promoção de iniciativas e práticas de responsabilidade social que envolvem os seus colaboradores e Joana Queiroz Ribeiro, diretora de pessoas e organização da seguradora, foi distinguida pelo segundo ano consecutivo com a melhor direção de gestão de pessoas/recursos humanos.

“Ganhar este prémio é uma honra enorme para mim, acima de tudo o reconhecimento do trabalho de uma equipa excecional numa empresa que nos dá espaço para sonhar e realizar sonhos. Cuidar das nossas pessoas e dos nossos clientes faz-nos trabalhar com paixão e permite-nos usar a experiência de todos para nos superarmos… para fazermos bem o bem”, refere a diretora em comunicado.

Para Ana Fontoura, diretora de gabinete de responsabilidade social da empresa, estas distinções são “o reconhecimento de um trabalho diário que a Fidelidade faz com paixão, pelas pessoas, as nossas e as que nos rodeiam. Estamos sempre tão envolvidos nas nossas ações, a fazer o melhor que sabemos que, quando recebemos estes prémios, “acordamos” e percebemos que estamos a fazer bem o bem!”.

A seguradora, com uma quota de mercado de cerca de 30,7%, refere também que “esta distinção reforça o seu compromisso com os colaboradores, de promover ativamente políticas de promoção de saúde e de bem-estar e que conciliem a atividade profissional com a pessoal”.

Os prémios das “Empresas Mais” são promovidos pela Human Resources Portugal, que convida os leitores a votarem nas organizações que mais se destacam. Nesta edição, em que votaram mais de 25 mil pessoas, foram distinguidas 24 empresas e atribuídos três prémios individuais.

Comentários ({{ total }})

Fidelidade distinguida pela gestão de pessoas e responsabilidade social

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião