Faria de Oliveira admite sair da APB antes do fim do mandato

  • ECO
  • 26 Julho 2019

Mandato como presidente da APB, a associação que representa a banca, termina em 2020, mas Faria de Oliveira admite sair já no final deste ano. Nuno Amado poderá ser o sucessor.

Fernando Faria de Oliveira admite sair já no final deste ano da liderança da Associação Portuguesa de Bancos (APB), um ano antes do fim do seu mandato.

O antigo presidente da Caixa Geral de Depósitos (CGD) completa 78 anos em outubro e pode voltar a colocar o seu lugar à disposição no final do ano, como já tinha feito em dezembro de 2018. Mas desta vez os associados deverão aceitar a sua saída, revela o Jornal Económico (acesso livre).

Questionado pelo jornal, Faria de Oliveira deixou tudo em aberto: “Terminarei o mandato [no final de 2020] ou sairei antes do seu termo, de acordo com a vontade e os interesses dos associados e com o propósito que manifestei nesse sentido quando o iniciei”.

"Terminarei o mandato [no final de 2020] ou sairei antes do seu termo, de acordo com a vontade e os interesses dos associados e com o propósito que manifestei nesse sentido quando o iniciei.”

Faria de Oliveira

Presidente da APB

Concretizando-se a saída, o sucessor de Faria de Oliveira poderá ser eleito na próxima assembleia geral da APB. Nuno Amado, chairman do BCP, é o nome mais bem posicionado para ser o próximo líder da associação que representa o setor da banca, adianta o Jornal Económico.

Faria de Oliveira vai no seu terceiro mandato na APB. Devido à sua passagem pela CGD, entre 2008 e 2010, foi recentemente ao Parlamento explicar os atos de gestão à frente do banco público no âmbito da comissão parlamentar de inquérito à recapitalização. Juntamente com outros ex-administradores da CGD, Faria de Oliveira apresentou uma “queixa” na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) por causa da auditoria da EY.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Faria de Oliveira admite sair da APB antes do fim do mandato

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião