Portugueses trabalham 27 dias para comprar novo iPhone

  • ECO
  • 11 Setembro 2019

Em média, os cidadãos portugueses têm de trabalhar quase um mês inteiro para poderem comprar o novo iPhone 11 Pro, tendo por base o preço do aparelho e o salário médio líquido nacional.

O português médio tem de trabalhar mais de 27 dias para poder comprar o iPhone 11 Pro. A conclusão é da plataforma de descontos polaca Picodi, que todos os anos faz as contas ao número de dias que os cidadãos de vários países têm de trabalhar para poderem adquirir os novos telemóveis da Apple.

Tendo por base o preço de 1.179 euros do novo iPhone 11 Pro de 64 GB em Portugal e um salário médio nacional líquido de 911 euros, a plataforma concluiu que os portugueses, em média, precisam de trabalhar 27,2 dias para poderem comprar o aparelho ao preço normal.

Em contrapartida, o iPhone tem um custo líquido maior no México, onde os consumidores têm de trabalhar, em média, mais de 54 dias para poderem adquirir o smartphone. No fundo da lista está a Suíça, em que 4,8 dias de trabalho bastam para que se possa adquirir o telemóvel.

A Apple apresentou três novos iPhones esta terça-feira, com os preços a fixarem-se entre 829 euros e 1.679 euros, conforme o modelo adquirido (11, 11 Pro ou 11 Pro Max) e a capacidade de armazenamento do aparelho. Os novos telemóveis têm maior autonomia e melhorias significativas ao nível das câmaras, com os iPhones da gama Pro a incluírem três câmaras na parte de trás.

Comentários ({{ total }})

Portugueses trabalham 27 dias para comprar novo iPhone

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião