Entrevista a João Medeiros na Advocatus de dezembro

O sócio da Vieira de Almeida (VdA), João Medeiros, esteve à conversa com a Advocatus e falou, pela primeira vez, sobre a saída da PLMJ. Advocatus de dezembro conta com entrevista ao advogado.

O sócio da Vieira de Almeida (VdA), João Medeiros, esteve à conversa com a Advocatus e falou, pela primeira vez, sobre a sua saída da PLMJ, que integrava desde 1992. O advogado de António Mexia, do ex-diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa, Jorge Silva Carvalho, e ainda de Manuel Palos, no mediático processo dos Vistos Gold, fez ainda um balanço sobre o estado atual da Justiça.

João Medeiros abordou ainda o tema do Benfica e das “chatices” que a defesa lhe trouxe embora admita que, se fosse hoje, aceitaria na mesma esse cliente. E não esconde o transtorno que teve com a divulgação dos seus e-mails há quase um ano.

João Medeiros, sócio da VdA, em entrevista ao ECO/Advocatus - 12NOV19
João Medeiros, sócio da VdAHugo Amaral/ECO

A revolução 4.0. trouxe consigo novas formas de trabalho. Nem sempre a legislação acompanha as alterações e o job sharing é um exemplo disso. O job sharing, o recente fenómeno do século XXI, é uma forma de flexibilidade laboral que facilita a conciliação entre a vida profissional e pessoal. Pelo mundo cada vez mais são contratados trabalhadores a tempo parcial partilhando o mesmo posto de trabalho, de forma a que somando as suas horas perfaçam o tempo exigido a um trabalhador com uma jornada laboral completa. A Advocatus tentou perceber se estamos perante uma verdadeira revolução laboral.

Outros dos temas em destaque na edição de dezembro da Advocatus é a corrupção na indústria do futebol. Este setor possui um movimento anual de 26 mil milhões de euros e nos últimos anos foram vários os casos que surgiram nos mais diversos países. Branqueamento de capitais, match fixing ou adulteração na atribuição de eventos desportivos e direitos televisivos são alguns dos casos de corrupção na indústria. A Comissão Europeia incluiu recentemente o futebol profissional na lista negra de produtos ou setores mais suscetíveis a atividades de branqueamento de capitais, no âmbito da União Europeia.

O sócio da SRS, Luís Neto Galvão, esteve à conversa com a Advocatus e explicou como tem sido a adaptação das empresas portuguesas ao Regulamento Geral de Proteção de Dados, o papel que a Comissão Nacional de Proteção de Dados tem assumido e ainda comentou a Lei n.º 58/2019, de 8 de agosto.

Catarina Brito Ferreira, sócia da Morais Leitão, é a advogada do mês da edição de dezembro da Advocatus. O ano passado foi-lhe atribuída a área da diversidade e inclusão (D&I) no escritório. A especialista em energia considera que “o ordenamento jurídico português nessa área é percecionado internacionalmente como estável e merecedor de confiança”.

Catarina Brito FerreiraNuno Fox

A revista Advocatus de dezembro já está à venda nos locais habituais. Pode também assinar a revista aqui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Entrevista a João Medeiros na Advocatus de dezembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião