“Rei dos frangos” só decide se vende ações do Benfica após OPA

  • ECO
  • 29 Fevereiro 2020

José António dos Santos, dono de 12,7% da Benfica SAD, mantém o silêncio se vai ou não vender a sua posição no âmbito da OPA lançada pelo Benfica a ações da SAD.

José António dos Santos, dono de 12,7% da Benfica SAD, mantém o segredo sobre se vai ou não vender a sua posição na oferta pública de aquisição (OPA) que o Sport Lisboa e Benfica anunciou a 18 de novembro para adquirir 28% da sociedade. “Só depois de a OPA sair é que decido se vendo ou não”, afirma ao Expresso (acesso pago) este sábado.

Foi em 2017 que o presidente da Valouro investiu cerca de 3 milhões de euros na compra de dois blocos de ações da SAD do Benfica à Somague e ao Novo Banco, sendo que se optar por alienar a sua posição na OPA pode arrecadar 14,6 milhões de euros.

De recordar que o Benfica pretende aplicar 32,3 milhões de euros para comprar 6,4 milhões de ações da Benfica SAD que estão nas mãos de terceiros, tendo surpreendido pelo valor que se dispôs a pagar por cada título: 5 euros. Ou seja, o valor a que as ações foram para a bolsa e que representa um prémio de 81% face à última cotação da SAD da Luz antes do anúncio da oferta.

A par de José António dos Santos, outros acionistas de relevo da Benfica SAD também se remeteram ao silêncio relativamente à OPA. São os casos do construtor José Guilherme (dono de 3,73%), de Joaquim Oliveira (2,66%) e da Quinta dos Jugais (2%).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

“Rei dos frangos” só decide se vende ações do Benfica após OPA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião