Ryanair suspende voos de e para Itália até 8 de abril

Os voos internacionais de e para Itália serão suspensos a partir da meia-noite de 13 de março, enquanto aqueles dentro do território italiano serão cancelados desde 11 de março.

A Ryanair decidiu suspender todos os voos de e para Itália, depois de o Governo italiano decretar quarentena para todo o país e restringir as viagens, devido ao surto do novo coronavírus. A suspensão, que também se aplica aos voos dentro do território italiano, ocorre até 8 de abril.

A partir das 24h00 de 13 de março até às 24h00 de 8 de abril, todos os voos internacionais de/para Itália serão cancelados”, anunciou a Ryanair, em comunicado. Já os voos domésticos da companhia aérea dentro do território italiano serão cancelados desde as 24h00 de 11 março até às 24h00 de 8 de abril.

Os passageiros já foram informados por email, indica a Ryanair, e poderão optar por um reembolso total ou um crédito de viagem que poderá ser utilizado nos próximos 12 meses em voos da companhia. Aqueles que precisam de voltar aos seus países poderão pedir uma alteração gratuita para um dos voos da Ryanair programados até às 24h00 de 13 de março.

A Ryanair já tinha cancelado alguns dos voos para o país, mas procede agora à suspensão da programação completa. A Itália é o segundo país mais afetado pelo surto do novo coronavírus, apenas atrás da China. Foram registados no país 9.172 casos e 463 mortes, de acordo com o último balanço da agência France-Presse.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ryanair suspende voos de e para Itália até 8 de abril

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião