Cegoc alarga oferta de formação em coaching e liderança

Em parceria com a World Business Executive Coach Summit e o Global Team Coaching, a Cegoc quer alargar o leque de parceiros internacionais e os conteúdos formativos sobre coaching e liderança.

A Cegoc concluiu uma parceria com as escolas de coaching internacionais World Business Executive Coach Summit e o Global Team Coaching Institute, com objetivo de ampliar a oferta formativa para uma escala global e continuar a formas os profissionais e empresas em competências como a liderança colaborativa e o coaching.

Esta parceria permite à escola de coaching executivo da Cegoc ter acesso a uma comunidade global de especialistas nestas áreas, e a cursos e webinares internacionais, em formato online e com condições de acesso especiais.

Entre a oferta que surge com a parceria, a Cegoc destaca acesso ao webinar gratuito Team Coaching Accelerator: “Advance to the Leading Edge of Team Coaching and Team Leadership”, sobre team coaching e liderança de equipas, que será conduzido pelos professores Peter Hawkins e David Clutterbuck. A sessão de 90 minutos está disponível online e requer inscrição prévia.

“O coaching de equipas e o imperativo crescente de instalar práticas de liderança colaborativa nas organizações é, porventura, o maior avanço paradigmático a que assistimos nas últimas décadas no mundo do coaching. Queremos, por isso através desta parceria, juntar os maiores especialistas mundiais para apoiar os coaches que ambicionam ser os melhores na sua área e as organizações que procuram encontrar os melhores conteúdos, práticas e profissionais”, sublinha Ricardo Martins, diretor-geral da Cegoc.

Team Coaching AcceleratorGlobal Team Coaching Institute

Também esta quarta-feira, 1 de abril, às 15h00, pode ter acesso a sessão ao vivo do especialista em team coaching Peter Hawkins. “Os participantes vão ter a oportunidade de falar com o Professor Peter Hawkins e de lhe colocar todas as suas questões sobre este percurso certificante em team coaching. O professor aproveitará ainda essa sessão ao vivo para partilhar algumas formas de apoiar equipas virtuais no contexto de mudança que atravessamos a propósito do Covid-19″, sublinha a Cegoc. Para participar, deve inscrever-se aqui.

No contexto da pandemia, a Cegoc lançou também um ciclo de webinares gratuitos sobre trabalho remoto, resiliência, bem-estar, coaching, medidas de apoio às empresas, comunicação, entre outros.

“O coaching de equipas e o imperativo crescente de instalar práticas de liderança colaborativa nas organizações é, porventura, o maior avanço paradigmático a que assistimos nas últimas décadas no mundo do coaching. Queremos, por isso através desta parceria, juntar os maiores especialistas mundiais para apoiar os coaches que ambicionam ser os melhores na sua área e as organizações que procuram encontrar os melhores conteúdos, práticas e profissionais”, sublinha Ricardo Martins, diretor-geral da Cegoc.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Cegoc alarga oferta de formação em coaching e liderança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião