UGT quer “bom aumento do salário mínimo”. Sugere que Governo procure a “muleta do BE”

  • ECO
  • 2 Setembro 2020

A UGT irá recusar-se a assinar um acordo em concertação social que preveja um aumento do salário mínimo inferior a 35 euros. E sugere ao Governo que procure a "muleta do BE" para cumprir o objetivo.

O salário mínimo tem de aumentar 35 euros em 2021. Quem o diz é o secretário-geral da UGT, Carlos Silva, que se recusa a discutir um valor mais baixo do que um salário mínimo de 670 euros no início do próximo ano, mais 35 euros do que os atuais 635 euros.

Em declarações ao Jornal de Negócios (acesso pago), o sindicalista diz que fará “finca pé” nesse valor, tal como estava previsto antes da pandemia. Ou seja, na prática, assume o compromisso de que não assinará nenhum acordo em concertação social que preveja um aumento do salário mínimo mais baixo do que os 35 euros. Uma contenção no aumento “é austeridade”, classifica a UGT.

Para chegar a este objetivo, Carlos Silva sugere que o Governo PS procure a “muleta do BE”, apesar de criticar o Executivo por negociar o salário mínimo no Parlamento. “Então que encontre agora no BE uma muleta para um bom aumento do salário mínimo“, diz o sindicalista.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

UGT quer “bom aumento do salário mínimo”. Sugere que Governo procure a “muleta do BE”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião