Entrevista a Paulo Câmara, managing partner da Sérvulo. Edição de setembro da Advocatus

Para o managing partner da Sérvulo a concentração da banca não é necessária e ainda há espaço para os grandes e pequenos. Descubra isto e muito mais na edição de setembro da Advocatus.

A Advocatus entrevistou o managing partner da Sérvulo, Paulo Câmara, que defende que a concentração da banca não é necessária e que ainda há espaço para os grandes e pequenos. O ex-diretor do departamento internacional e de política regulatória e do departamento de emitentes da CMVM fez o balanço do escritório que gere há mais de cinco anos, sublinhando o reforço da especialização em novas áreas como TMT, Desporto, Privacidade e Dados Pessoais, Saúde, Recursos Naturais, FinTech e ESG.

Em contexto de pandemia, o sócio sublinha que há setores económicos “beneficiados” e outros absolutamente devastados, que se nota um maior tempo de decisão e ponderação nas grandes operações e que a economia vai passar por um recomeço. Diz ainda que as operações no mercado de capitais nacional mantiveram-se a “um ritmo regular, seja no plano das ofertas de distribuição, seja no plano das OPAs”.

Paulo Câmara, Managing Partner da Sérvulo & Associados, em entrevista ao ECO/Advocatus - 30JUL20
Paulo Câmara, managing partner da SérvuloHugo Amaral/ECO

Na 119.ª edição da revista Advocatus preparamos um caderno especial de regresso aos escritórios. Com muitos cuidados, os advogados regressam do teletrabalho e das férias para as suas secretárias nos escritórios. Mas como está a ser o regresso dos advogados às firmas? Como está a crise a afetar o setor?

Este caderno especial engloba ainda uma sondagem feita pela Advocatus, que foi tentar saber se os advogados preferem o teletrabalho ou as secretárias nas firmas. No inquérito mais de metade prefere manter o regime de teletrabalho (64,4%), face aos 35,6% que afirmam querer regressar ao escritório. Mas quais são os fatores que contribuem para esta preferência dos advogados?

Mariana França Gouveia, sócia da PLMJ e Catarina Monteiro Pires, sócia da Morais Leitão, coordenadoras dos Encontros de Coimbra – que decorrem em outubro numa versão digital – deram uma entrevista à Advocatus onde fazem um balanço do atual estado do recurso à arbitragem.

Joana de Sá é o advogado do mês desta edição. A sócia do departamento de laboral da PRA – Raposo, Sá Miranda & Associados sublinhou que acredita que o efeito da pandemia vai perdurar no tempo. Para a advogada, ninguém estava preparado para a dimensão das consequências da pandemia e que as “empresas e os trabalhadores revelaram uma razoável capacidade de adaptação” ao regime de teletrabalho.

Joana de Sá, sócia da PRA

A JPAB promoveu alterações estruturais nas áreas prática que permitiram “acompanhar o dinamismo da sociedade em geral”. Segundo o sócio fundador, José Pedro Aguiar-Branco, estão “a viver fenómenos de ‘sucessão’ interna na sociedade, e com inegável sucesso e serenidade”. Descubra todos os pormenores na rubrica “sociedade do mês”.

A Advocatus de setembro está disponível amanhã nas bancas. Assine a revista aqui.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Entrevista a Paulo Câmara, managing partner da Sérvulo. Edição de setembro da Advocatus

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião