Acionistas do EuroBic aprovam Azevedo Pereira para CEO

A assembleia geral do EuroBic aprovou o novo conselho de administração do banco, com Azevedo Pereira como CEO e Pedro Maia como chairman. Houve uma saída de última hora.

A assembleia-geral do EuroBic aprovou esta segunda-feira os novos órgãos sociais do banco, elegendo José Azevedo Pereira para o cargo de CEO e Pedro Maia para o cargo de chairman. Manuel da Luz, que iria manter-se na nova equipa como administrador financeiro, ficou de fora por decisão própria. Falta “ok” do Banco de Portugal para os novos órgãos iniciarem funções.

O ex-diretor da Autoridade Tributária sucede a Teixeira dos Santos, cujo mandato terminou já no final do ano passado. Além de Azevedo Pereira, a nova comissão executiva do banco integra mais nomes: José Antunes, que transita para a nova equipa, e ainda Susana Nereu Ribeiro (atualmente presidente do conselho fiscal, órgão que será extinto para dar lugar à comissão de auditoria) e Filipe Dias Meneses.

Em relação aos administradores não executivos, com Pedro Maia a presidir ao board (sucedendo a Diogo Barrote), foram aprovados os nomes de Plácido dos Inocentes, Francisco Constantino Pinto, Ilídio Lopes e Célia Custódio. Saem Fernando Teles e Duarte Pitta Ferraz.

A nova comissão de auditoria do banco (extinguiu-se o conselho fiscal) será presidida por Plácido dos Inocentes, sendo que este novo órgão é ainda composto pelos outros três administradores não executivos que vão ser nomeados na reunião magna: Francisco Constantino Pinto, Ilídio Lopes e Célia Custódio.

Constantino Pinto preside ao comité de nomeações e remunerações. Para a assembleia-geral foi designado Alberto Teles. E a Deloitte mantém-se com revisora de contas.

O Banco de Portugal pressionou a mudança nos órgãos sociais do banco, depois da polémica em torno do Luanda Leaks e da empresária angolana e de a venda da instituição financeira não ter sido concretizada ao Abanca, em maio passado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Acionistas do EuroBic aprovam Azevedo Pereira para CEO

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião