OutSystems lança duas edições de escolas low-code. Há 150 vagas

  • Pessoas
  • 22 Setembro 2020

O curso de duas semanas para formar programadores na tecnologia OutSystems terá duas edições, em setembro e outubro. Será totalmente online, em horário pós-laboral e há 150 vagas disponíveis.

A OutSystems, unicórnio português que desenvolve plataformas low-code para o desenvolvimento rápido de aplicações, acaba de anunciar duas novas edições das escolas de low-code para outubro e dezembro, com 150 vagas. Durante duas semanas, e em formato e-learning, os participantes podem aprender a programar com a tecnologia OutSystems e ter contacto com oportunidades de trabalho em clientes e parceiros do ecossistema da empresa.

A participação é gratuita, o curso decorre exclusivamente online e em horário pós-laboral e, pela primeira vez, em simultâneo para na Europa, Ásia-Pacífico, Estados Unidos e América Latina, e com diferentes fuso-horários disponíveis para servir todos os países.

As Low-Code Schools já formaram mais de 400 programadores e a maioria deles já estão em processos de recrutamento na rede de clientes e parceiros da OutSystems. Só este mês de setembro, a OutSystems formou 20 programadores.

“Num universo de mais de 1.400 clientes empresariais e mais de 300 parceiros, acreditamos que, para um programador, aprender OutSystems é uma aposta segura, tendo em conta as centenas de postos de trabalho que existem por preencher”, sublinha Ricardo Araújo, diretor da comunidade global da OutSystems, citado em comunicado.

As inscrições podem ser feitas aqui.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

OutSystems lança duas edições de escolas low-code. Há 150 vagas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião