5 coisas que vão marcar o dia

No plano económico, são divulgados dados relativos à dívida pública, à atividade turística e à taxa de desemprego na Europa. Arranca esta quinta-feira o Conselho Europeu, depois de ter sido adiado.

A partir desta quinta-feira, quem tiver faturas por pagar aos fornecedores de luz, água, gás ou telecomunicações pode ver o serviço cortado. No plano económico serão ainda divulgados indicadores relevantes, como os dados relativos à dívida pública, à atividade turística e à taxa de desemprego na Europa. Depois do adiamento por uma semana, arranca hoje o Conselho Europeu.

Luz e gás já podem ser cortados a quem não paga

A partir desta quinta-feira, quem tiver dívidas aos fornecedores de luz, água, gás ou telecomunicações pode ver o serviço cortado. O Governo prolongou as moratórias de crédito bancário para as famílias e empresas até setembro de 2021, mas não estendeu o prazo da lei que impede o corte destes serviços básicos. No pico da pandemia, entre março e junho, os fornecedores foram impedidos de cortar estes serviços a clientes com faturas por pagar. Contudo a medida só foi estendida até 30 de setembro.

Banco de Portugal divulga dados sobre a dívida pública

O Banco de Portugal vai divulgar uma nota de informação estatística relativa à dívida pública. De acordo com os dados mais recentes do supervisor, a dívida pública, na ótica de Maastricht (a que interessa a Bruxelas), subiu 4.911 milhões de euros em julho para os 264.665 milhões de euros, o que representa o valor mais elevado de sempre do stock do endividamento público. O recorde anterior tinha sido alcançado em maio, nos 264.379 milhões de euros.

INE mede o pulso à atividade turística

O Instituto Nacional de Estatística vai medir o pulso à atividade turística no mês de agosto em Portugal. Depois do trambolhão em abril, mês marcado pelo confinamento, a atividade turística tem vindo a recuperar. Em julho, o setor do alojamento turístico continuou a sentir a crise provocada pela pandemia, mas de forma menos intensa que nos meses anteriores. De acordo com dados do gabinete de estatísticas, foram registados um milhão de turistas, a grande maioria nacionais.

Como evolui o desemprego na Europa?

O Eurostat divulga esta quinta-feira os dados relativos à taxa de desemprego na Europa relativos ao mês de agosto. De acordo com os últimos dados disponibilizados pelo gabinete de estatística europeu, a taxa de desemprego aumentou em julho para os 7,9% na zona euro e atingiu os 7,2% na União Europeia. Em Portugal, a taxa de desemprego voltou a subir para 8,1% em agosto, face aos 7,9% registados em julho, segundo os últimos dados do INE.

Arranca Conselho Europeu

Depois de o Conselho Europeu ter sido adiado na semana passada devido ao facto de Charles Michel ter entrado em quarentena, a cimeira europeia arranca esta quinta-feira. O objetivo desta reunião é debater questões relacionadas com o mercado único, a política industrial e a transformação digital, bem como com as relações externas, nomeadamente as relações com a Turquia e com a China. “A cimeira constituirá igualmente uma oportunidade para fazer o balanço da situação da pandemia de Covid-19”, lê-se na agenda do Conselho Europeu.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião