Oposição junta-se para alargar apoio aos pais

  • ECO
  • 12 Fevereiro 2021

O PSD vai propor que os pais de famílias monoparentais e de três ou mais filhos que estejam em teletrabalho também tenham acesso ao apoio à família.

O PSD também quer alargar o apoio excecional à família, medida desenhada para garantir uma parte do salário aos trabalhadores que tenham de faltar ao trabalho para cuidar dos filhos, por força do encerramento das escolas. Segundo avança, esta sexta-feira, o Jornal de Negócios (acesso pago), o grupo parlamentar laranja vai apresentar uma proposta para facilitar o acesso dos progenitores de famílias numerosas e monoparentais ao apoio em causa, no âmbito da apreciação parlamentar do diploma pedida pelo PCP e pelo Bloco de Esquerda, que querem o alargamento da medida. O PSD pode ser decisivo para formar maioria, à revelia do PS.

“No âmbito da apreciação parlamentar, o PSD irá apresentar propostas de alteração no sentido de apoiar as famílias numerosas e monoparentais que estão em teletrabalho e que têm dificuldade em acompanhar os filhos”, adiantou ao jornal a deputada Clara Marques Mendes.

O apoio à família dita que os pais que tenham de faltar ao teletrabalho têm direito a faltas justificadas e a uma prestação equivalente a dois terços do seu salário-base, paga em iguais partes pela Segurança Social e pelo empregador. Excluídos deste apoio estão os pais que estejam em teletrabalho, característica que o Bloco de Esquerda e o PCP vêm criticando e querem mudar. Esta semana, no Parlamento, a ministra do Trabalho reconheceu a dificuldade de conciliar teletrabalho com cuidado aos filhos, mas sublinhou que o contexto atual é difícil para todos. Até ao momento, deram entrada 61 mil pedidos de apoio à família, segundo disse Ana Mendes Godinho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Oposição junta-se para alargar apoio aos pais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião