Claranet está à procura de 200 novos colaboradores. Podem trabalhar em regime híbrido ou 100% remoto

Esta estratégia de trabalho flexível pretende não só "proporcionar maior qualidade de vida aos profissionais da empresa", como também "cativar os profissionais de IT".

A Claranet Portugal acaba de anunciar que está à procura de 200 novos profissionais para reforçar a equipa. Além da abertura do processo de recrutamento, a empresa anuncia também a implementação de uma nova estratégia de trabalho flexível para a maioria da equipa. Os colaboradores, cujas funções não exijam a presença permanente nos escritórios, poderão seguir um modelo híbrido ou mesmo 100% remoto.

“Esta nova estratégia prevê, também, o recrutamento virtual descentralizado de colaboradores das áreas de TI, que passam a poder operar a partir de qualquer parte do país, sem necessidade de alterar o seu local de residência para trabalhar na Claranet”, pode ler-se em comunicado.

Para promover o trabalho remoto, a empresa especialista em tecnologias e soluções de cloud, security e workplace disponibiliza a todos os colaboradores que pretendam trabalhar a partir de casa o material necessário para o desempenho das suas funções, desde o computador portátil e o monitor até à cadeira de escritório e outros instrumentos que facilitem o trabalho remoto.

“A implementação do trabalho remoto parcial ou total já fazia parte da estratégia de RH da Claranet, mas a pandemia teve o efeito de reforçar mais esta tendência. No último ano, registámos um aumento da produtividade e, dando expressão à vontade manifestada pelos nossos colaboradores, decidimos alargar a opção de trabalho híbrido a mais pessoas no futuro. Esta flexibilidade acrescida aumenta a produtividade e cria condições para o colaborador poder ter um mix entre trabalho remoto e presencial, que concilia bem as necessidades de cada pessoa e também da empresa”, refere António Miguel Ferreira, managing director da Claranet Portugal.

Esta estratégia de trabalho híbrido e descentralizado tem como objetivo, não só “proporcionar maior qualidade de vida aos profissionais da empresa”, como também “cativar os profissionais de IT para oportunidades e projetos aliciantes, sem necessidade de alterarem a sua residência e a sua vida para trabalharem numa multinacional de referência na área da tecnologia”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Claranet está à procura de 200 novos colaboradores. Podem trabalhar em regime híbrido ou 100% remoto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião