ITUp vai formar 50 programadores OutSystems até final do ano

Os novos profissionais de programação serão formados de raiz e ficarão a trabalhar a partir de Portugal para o mercado norte-americano.

A portuguesa ITUp, a maior academia mundial de programação OutSystems, vai formar meia centena de novos programadores low-code até final do ano, em parceria com a Cloud Development Resources (CDR), principal fornecedora de desenvolvimento de software e soluções de TI OutSystems, na América do Norte. O curso, que terá a duração de 12 semanas, inicia-se a 7 de junho, e as inscrições já se encontram abertas.

Os 50 novos profissionais de programação serão formados de raiz e ficarão a trabalhar a partir de Portugal para o mercado norte-americano. “Dado o enorme crescimento do low-code, a necessidade de formar novos programadores na plataforma OutSystems nunca foi tão grande. Recorrer à empresa que mais e melhor forma a nível mundial, dá-nos uma garantia de experiência e qualidade que queremos usar não só internamente, mas também na revenda dos serviços da ITUp aos nossos clientes” explica Clark Swain, CEO da Cloud Development Resources, citado em comunicado.

A taxa de sucesso das saídas profissionais, conjugada com a pandemia Covid-19, tem levado a um “crescente interesse na nossa empresa e no nosso curso de especialização em OutSystems”, garante o CEO da ITUp, Luís Campos, considerando que “a possibilidade de reconversão rápida de carreiras, nomeadamente, de pessoas que não são da área das TI, ajuda a explicar o aumento da procura por este tipo de formação”.

Luís Campos, CEO da ITUpITUp

Dirigida a qualquer pessoa, independentemente do seu grau académico ou experiência profissional, a formação em OutSystems é procurada maioritariamente por pessoas que sentem necessidade de uma mudança de carreira profissional ou pela vontade de fazer algo que tenha um retorno financeiro significativo num curto espaço de tempo.

Desde 2016, a ITUp formou cerca de 3500 programadores, a maioria dos quais vindos de áreas não ligadas às TI, garantindo uma taxa de empregabilidade acima de 95% e com salários muito acima da média nacional. De acordo com o Salary Survey 2019, da consultora Robert Walters, um programador OutSystems com dois a cinco anos de experiência pode receber, em média, em Portugal, entre 25 e 40 mil euros brutos anuais, podendo mesmo chegar aos 50 mil euros, caso tenha entre cinco a dez anos de experiência.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

ITUp vai formar 50 programadores OutSystems até final do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião