Tesla paga em antecipado para não ficar sem chips

A Tesla deverá pagar aos fornecedores em antecipado para garantir o acesso a semicondutores. A empresa também está a ponderar comprar uma fábrica para ter produção própria.

A escassez de semicondutores está a castigar duramente o setor automóvel. E a Tesla quer garantir que não fica sem o acesso a estes componentes críticos para o fabrico de veículos elétricos. Face ao desafio, a empresa admite agora pagar em antecipado aos fornecedores, uma prática pouco comum no setor, noticiou o Financial Times (acesso pago).

Não é a única estratégia da marca. O mesmo jornal, que cita fontes familiarizadas com o assunto, escreve ainda que a Tesla está a estudar a possibilidade de adquirir uma fábrica de produção de semicondutores, embora o plano esteja numa fase muito preliminar. Porém, os custos elevados poderão acabar por demover a empresa, alertaram as mesmas fontes.

Apesar de ainda não passarem de intenções, discutidas com parceiros da cadeia de abastecimento em Taiwan, Coreia do Sul e EUA, as duas ideias mostram bem até onde as empresas de automóveis estarão dispostas a ir para não ficarem sem processadores.

Várias marcas, e não só de automóveis, estão a reduzir a produção por falta destas peças essenciais. A Volkswagen Autoeuropa, em Palmela (Portugal), teve de parar uma semana em março por falta de processadores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Tesla paga em antecipado para não ficar sem chips

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião