Futebol e praia levam três aeroportos portugueses ao top europeu

Faro está a operar mais 245% dos voos do que antes da abertura das fronteiros do Reino Unido. Porto e Lisboa também registaram aumentos no tráfego no último fim de semana de maio.

Lisboa, Porto e (especialmente) Faro aumentaram de forma expressiva o tráfego aéreo no último fim de semana, numa reação à entrada na “lista verde “britânica associada ao bom tempo e à Final da Champions. Estes fatores fizeram com que os três aeroportos nacionais estivessem no top 40 dos que registaram mais partidas e chegadas a nível europeu.

“Mais tráfego associado a férias de praia e futebol significou que Portugal teve três aeroportos no top 40”, escreveu Eamonn Brennan, diretor-geral da associação de aviação europeia, a Eurocontrol, no Twitter. Apontou para dados de domingo, dia 30 de maio, em comparação com duas semanas antes, ou seja, o domingo 16 de maio.

No caso do aeroporto de Lisboa, o maior do país, registou um aumento de 23% nas partidas e chegadas, mantendo a tendência de recuperação que se vive desde abril e que já levou várias empresas de aviação e turismo a reajustarem a oferta. A evolução não é, no entanto, sequer comparável à registada nos outros dois aeroportos em questão.

O Porto recebeu, no fim de semana passado, a final da Champions, que deu o título ao britânico Chelsea após uma vitória contra o conterrâneo Manchester City. Apesar de o público nos estádios ainda não ser permitido, este jogo foi exceção, tendo estado milhares de pessoas na assistência. Questionado pelo ECO, o Turismo do Porto e Norte de Portugal explicou que “especificamente para a Champions viajaram 16 mil pessoas” até à cidade, ajudando a que o aeroporto do Porto tenha aumentado em 141% as rotas.

Já o aeroporto de Faro assistiu a um reforço de 245% no número de partidas e chegadas, que também poderá estar relacionada com turistas britânicos. É que o domingo com o qual é feita a comparação foi a véspera da abertura do Reino Unido às viagens internacionais.

A 17 de maio os britânicos puderam voltar a viajar, tendo como referência uma “lista verde” com destinos para os quais não seria necessário fazerem quarentena no regresso ao Reino Unido. Portugal é um dos poucos países europeus que incluído entre as menores restrições deste sistema de semáforo, o que está a ter um forte impacto na procura pelos destinos nacionais.

A chegada dos primeiros aviões com turistas britânicos, há duas semanas, provocou um disparo nas reservas dos hotéis. Embora a grande parte dessas reservas seja apenas para os meses quentes de verão, quem já está a beneficiar deste boom inglês são as unidades hoteleiras de luxo, que estão com taxas de ocupação de 100% e cujos preços estão até mais caros do que no ano passado.

Cerca de 600 voos registados em Lisboa e Porto no domingo

Fonte: Eurocontrol

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Futebol e praia levam três aeroportos portugueses ao top europeu

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião