Hoje nas notícias: Medina, Berardo e Orçamento

  • ECO
  • 23 Julho 2021

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Dia recheado de notícias. Na manchete do Expresso, uma nova sondagem sobre a corrida à presidência da Câmara Municipal de Lisboa. Na Justiça, destaque para a impugnação por Joe Berardo das medidas de coação decidias pelo juiz Carlos Alexandre. Conheça estes e outros temas que estão a marcar a atualidade noticiosa.

Medina vence Moedas em Lisboa, mas sem maioria absoluta

Tal como para as legislativas, são 11 os pontos que separam o PS do PSD na principal câmara do país, a Câmara Municipal de Lisboa. De acordo com a sondagem do ISCTE/ICS para Expresso e SIC, se as autárquicas fossem hoje, Fernando Menina ganharia com 42%, ou seja, sem maioria absoluta. Este é o mesmo resultado obtido pelos socialistas em 2017. Já Carlos Moedas arrecada 31% das intenções de voto. A sondagem revela ainda que 64% dos inquiridos avaliam o desempenho de Medina como “muito bom” ou “bom”.

Leia a notícia completa no Expresso (acesso pago).

Berardo vai impugnar medidas de coação

A defesa de Joe Berardo vai impugnar as medidas de coação decretadas ao empresário pelo juiz Carlos Alexandre, designadamente a caução de cinco milhões de euros. O advogado Paulo Saragoça da Matta prepara-se para argumentar que as medidas não preenchem os requisitos legais, como a existência de perigo de fuga, dado que Berardo só tem cidadania portuguesa e não tem autorização de residência em nenhum outro país.

Leia a notícia completa no Jornal Económico (acesso condicionado).

Construção pede reequilíbrio de contratos

O presidente da Confederação Portuguesa da Construção do Imobiliário (CPCI) alerta para a “forte subida dos preços dos materiais de construção”, incluindo matérias-primas como aço, cobre, alumínio, madeira e derivados do petróleo, como os betuminosos. Desta feita, Manuel Reis Campos apela ao Governo para que faça alterações aos preços base dos concursos e preveja a possibilidade de reequilibrar contratos.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso condicionado).

PCP e Governo já reuniram de forma discreta

O Bloco de Esquerda já apresentou o caderno de encargos para o próximo Orçamento do Estado, mas o PCP tem evitado fazê-lo a todo o custo, preferindo esperar pelo período pós-eleições autárquicas. No entanto, os comunistas já terão participado numa primeira reunião discreta com o Executivo em torno do Orçamento para 2022, na passada quarta-feira.

Leia a notícia completa no Observador (acesso condicionado).

5.324 trabalhadores despedidos de 30 empresas

A União dos Sindicatos do Porto/CGTP-IN estima que, desde o início da pandemia e até agora, 5.324 trabalhadores afetos a cerca de 30 empresas tenham sido alvo de processos de despedimento. A maioria dos despedimentos ainda estão em curso e referem-se a funcionários de grandes empresas, muitas alvo de apoio do Estado. A União dos Sindicatos do Porto promove esta sexta-feira um protesto na cidade Invicta.

Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso livre).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Medina, Berardo e Orçamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião