Petróleo recupera e sobe 5%

Preocupações com a procura de combustíveis, devido à ameaça da variante Delta, motivam variações nos preços do petróleo.

Após uma sequência de sete sessões de perdas, os preços do petróleo começaram a recuperar esta segunda-feira, ao avançar 5%. Variações deverão continuar esta semana, numa altura em que se levantam preocupações quanto à procura pelos combustíveis, devido ao aumento de casos de Covid-19 provocado pela variante Delta.

O Brent, negociado em Londres e que serve de referência para a Europa, valoriza 5,45%, para 68,28 dólares por barril, depois de ter atingido mínimos de maio nesta sessão. Já o crude WTI, negociado em Nova Iorque, avança 5,5%, para 65,56 dólares.

A semana passada acabou por ser a pior perda semanal registada pelos benchmarks em mais de nove meses. As quedas atingiram os 8% e 9%, respetivamente, com os investidores a prepararem-se para uma descida na procura devido ao agravamento da pandemia.

“Esperamos ver mais ajustes esta semana, mas o sentimento do mercado provavelmente permanecerá em baixo, com preocupações crescentes sobre a procura de combustível mais lenta em todo o mundo”, disse Kazuhiko Saito, analista-chefe da Fujitomi Securities, citado pela Reuters.

A impulsionar a subida do petróleo encontra-se também a desvalorização do dólar, ao tornar o petróleo mais barato para os detentores de outras moedas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo recupera e sobe 5%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião