Mais de 80% das empresas de restauração sentem dificuldades na contratação

  • Lusa
  • 15 Setembro 2021

A inatividade das empresas turísticas ao longo do último ano e meio deslocou trabalhadores para outras atividades económicas, agudizando o problema da contratação de pessoal.

Mais de 80% das empresas de restauração e quase 60% das de turismo sentiram dificuldades na contratação de novos colaboradores este ano, segundo um inquérito da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), hoje divulgado.

“Dados do mais recente inquérito realizado pela AHRESP indicam que 84% das empresas de restauração e similares e 57% das empresas de alojamento turístico sentiram dificuldades na contratação de novos colaboradores este ano”, informou a associação, no seu boletim diário.

Segundo a AHRESP, a dificuldade no recrutamento de profissionais para os setores da restauração e turismo “mantém-se como um dos obstáculos que pode pôr em risco a recuperação do turismo e da economia nacional”.

Embora esta dificuldade já tivesse começado a sentir-se antes da crise pandémica, a inatividade das empresas turísticas ao longo do último ano e meio deslocou trabalhadores para outras atividades económicas, agudizando o problema”, referiu a associação.

Assim, a AHRESP considerou “urgente a criação de mecanismos que apoiem e facilitem a contratação e qualificação de recursos humanos”, dado que “as pessoas são o ativo mais importante em qualquer atividade, em particular no turismo”.

No mesmo boletim, a associação defendeu também a disponibilização de uma linha de apoio financeiro específica para a reabertura da animação noturna, depois de cerca de um ano e meio encerrados devido à pandemia da Covid-19, por forma a que bares e discotecas possam reabrir “com a qualidade do serviço” que “sempre” tiveram.

“Uma vez que estas atividades ainda se encontram encerradas por decreto legal, a requalificação dos seus espaços e equipamentos será uma necessidade absoluta, o que implica investimentos significativos para a tão esperada reabertura”, apontou a AHRESP.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mais de 80% das empresas de restauração sentem dificuldades na contratação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião