Galp valoriza mais de 4% e puxa pelo PSI-20

O setor energético destaca-se esta quarta-feira como o que mais valoriza na bolsa lisboeta. O PSI-20 segue a subir pela segunda sessão consecutiva, valorizando mais de 1%.

O PSI-20 esteve a valorizar 0,89% para os 5.318,3 pontos no início da sessão desta quarta-feira, mas já acelerou no final desta manhã para uma subida de 1,35% para os 5.342,54 pontos. Acumula assim duas sessões consecutivas de ganhos, após um ciclo de cinco descidas consecutivas. O principal índice lisboeta está a beneficiar da valorização das cotadas do setor elétrico, principalmente da Galp Energia.

A bolsa nacional acompanha assim a tendência positiva da abertura das principais praças europeias. No início da sessão, o alemão DAX subia 0,7%, o francês CAC avançava 1%, o espanhol IBEX valorizava 0,7% e o britânico FTSE ganhava 0,9%. O Stoxx 600, o índice que agrega as 600 principais cotadas europeias, subia 0,6%, de acordo com os dados da Reuters.

Em Lisboa, a maior parte das cotadas continua a negociar no verde, com a exceção de duas que descem e três que estão inalteradas. O setor energético é o que se destaca por estar a subir mais de 4%.

A cotada do setor que mais valoriza neste momento é a Galp Energia com uma subida de 4,71% para os 8,66 euros, seguindo-se a EDP com uma subida de 1,77% para os 4,61 euros. Esta quarta-feira os analistas da JP Morgan opinaram sobre a elétrica nacional para dizer que a atuação do Governo português, ao contrário do de Espanha, deverá beneficiar os títulos da EDP no curto prazo.

Nota ainda para a Greenvolt, a recém-estreada cotada de energias renováveis, que valoriza 0,17% para os 5,98 euros.

A banca também dá um empurrão ao PSI-20 com o seu único representante disperso em bolsa, o BCP, cujas ações valorizam 3,55% para os 12,86 cêntimos. Com valorizações superiores a 2% surgem ainda a Altri e a Sonae e superior a 1% surgem os CTT, a Navigator, a Nos, a Ramada e a Mota-Engil.

A travar maiores ganhos em Lisboa está a EDP Renováveis com uma queda de 0,45% para os 22,08 euros e a Pharol com uma contração de 0,44% para os 9,12 cêntimos.

(Notícia atualizada às 11h47 com uma atualização das variações das cotadas)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Galp valoriza mais de 4% e puxa pelo PSI-20

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião