Wall Street negoceia em alta, animado pela tecnologia

Principais bolsas dos EUA abriram em terreno positivo, animadas por ganhos no setor tecnológico.

Os principais índices de Nova Iorque abriram em terreno positivo, animados pelas subidas das ações do setor tecnológico. Apesar disso, o sentimento entre os investidores continua a ser de cautela, devido às preocupações com a subida da inflação e o impacto que terá nos lucros do terceiro trimestre.

O índice de referência S&P 500 sobe 0,09%, para 4.364,93 pontos, acompanhado pelo industrial Dow Jones, que valoriza 0,07%, para 34.519,77 pontos. No mesmo sentido segue o tecnológico Nasdaq, ao avançar 0,2%, para 14.515,5 pontos.

Estes ganhos em Wall Street devem-se, sobretudo, ao desempenho do setor tecnológico, com destaque para a Apple, que sobe 0,08%, para 142,92 dólares; a Microsoft, que valoriza 0,16%, para 294,69 dólares; e a Amazon, que avança 0,59%, para 3.265,6 dólares.

Destaque ainda para a Tesla, que ganha 1,84%, para 806,55 dólares, depois de ter sido conhecido que a empresa vendeu 50.006 automóveis elétricos na China em setembro, o número mais alto desde que a produção arrancou em Xangai há dois anos.

Outro setor que está a mexer com os mercados é o da energia, que já valorizou 49,5% desde o início do ano, superando todos os outros setores por uma grande margem, nota a Reuters. Os preços mais altos do petróleo e as interrupções na cadeia de abastecimento dispararam sinais de alarme para as empresas e consumidores, antes da temporada de apresentações das contas do terceiro trimestre, que começa na quarta-feira.

“Os participantes do mercado podem ficar preocupados com os altos preços da energia, que se traduzem numa maior aceleração da inflação e, portanto, num aperto mais rápido por parte dos principais bancos centrais“, diz Charalambos Pissouros, chefe de pesquisa do JFD Group, citado pela Reuters.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street negoceia em alta, animado pela tecnologia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião