Blip tem mil euros para colaboradores investirem em formação. Podem trabalhar até 20 dias fora do país

No novo modelo de trabalho caberá aos cerca de 400 colaboradores da Blip escolher a partir de onde querem exercer funções.

A Blip criou um fundo anual até mil euros para os colaboradores investirem na sua formação, permitindo ainda aos 380 trabalhadores exercer funções fora do país até 20 dias por ano. O tech hub do grupo de jogo online Flutter Entertainment está a deixar ao critério de cada colaborador decidir qual a forma como pretende trabalhar: em casa, no escritório ou em sistema híbrido.

“A gestão e valorização dos nossos colaboradores sempre foi e continuará a ser um dos principais pilares da Blip. Por essa razão, a Blip continua a trabalhar em novas iniciativas que permitam aos seus colaboradores continuar a crescer e a desenvolver as suas competências dentro da empresa, através não só do contínuo trabalho em equipa, mas, também através de formações e especializações. Continuamos sempre a pensar em formas de flexibilidade que visem uma continua valorização do work-life balance”, diz Patrícia Carneiro, lead people partner da Blip, citada em nota de imprensa.

Fundada em 2009, a Blip é hoje um dos principais hubs tecnológicos da Flutter Entertainment, grupo britânico de jogo online cotado na London Stock Exchange, com cerca de 400 colaboradores, desenvolvendo a partir do Porto aplicações web e mobile de operações desportivas.

No regresso ao escritório, num momento em que as empresas discutem os novos modelos de trabalho, a Blip, no âmbito dos futuro do trabalho decidiu avançar com a iniciativa Take 20 dando aos colaboradores a possibilidade de decidir a partir de onde querem trabalhar — no escritório, remotamente ou em modelo hibrido — bem como, até 20 dias por ano, fora do país.

O fundo para formação — cujo montante de 1.000 euros é renovado anualmente — visa “estimular os colaboradores a apostar na sua formação profissional e a aprofundar temas que sejam do seu interesse, através de ferramentas como eventos, formações, conferências, certificações, ou até para comprar livros ou subscrições“, informa a Blip.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Blip tem mil euros para colaboradores investirem em formação. Podem trabalhar até 20 dias fora do país

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião