SAD do Sporting de Braga e do Vitória de Guimarães alvo de buscas

Fisco e Ministério Público estão a realizar diligências na SAD do Sporting de Braga e do Vitória de Guimarães, bem como a advogados e dirigentes. Em curso estão duas dezenas de buscas.

A SAD do Sporting Clube de Braga e do Vitória de Guimarães estão a ser alvo de buscas por parte da Autoridade Tributária e do Ministério Público (MP), avançou a RTP e confirmou o Ministério Público.

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) explica que estão em curso cerca de duas dezenas de buscas domiciliárias e não domiciliárias. Advogados e dirigentes também estão a ser alvo destas diligências. Entre eles está Bruno de Macedo, ex-responsável jurídico do clube, e António Salvador, presidente do Braga.

Estas diligências decorrem também em instalações de Sociedades Anónimas Desportivas, em empresas e em escritório de advogados. Nas buscas estão a participar um magistrado judicial, cinco magistrados do MP, quatro dezenas de efetivos da AT e cerca cinquenta militares da Unidade de Ação Fiscal da GNR.

Segundo o DCIAP, em causa estão suspeitas de negócios simulados, celebrados entre clubes de futebol e terceiros, que tiveram em vista a ocultação de rendimentos do trabalho dependente, sujeitos a declaração e a retenção na fonte, em sede de IRS, envolvendo jogadores de futebol profissional. Os valores envolvidos rondarão os 15 milhões de euros.

“Os factos em investigação são suscetíveis de integrarem crimes de fraude fiscal, fraude à segurança social e branqueamento de capitais. As mesmas diligências foram ordenadas na sequência da análise do material apreendido no decurso das buscas realizadas em março de 2020, na designada Operação Fora de Jogo”, explicou o DCIAP.

A Operação Fora de Jogo está a cargo do procurador Rosário Teixeira e do juiz de instrução Carlos Alexandre.

Foi em março de 2020 que se deu o “pontapé de saída” nesta investigação. Nesta data, o MP realizou 76 buscas — incluindo às SAD do Benfica, Sporting e FC Porto — e constituiu 47 arguidos num caso sobre contratos celebrados com jogadores e o pagamento de comissões a agentes desportivos, realizados desde 2015. As autoridades tributárias de Espanha, França e Reino Unido estarão a colaborar com Portugal nesta investigação.

(Notícia atualizada às 11h10)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

SAD do Sporting de Braga e do Vitória de Guimarães alvo de buscas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião