As escolhas de… Gonçalo Castro Ribeiro

Gonçalo Castro Ribeiro é sócio da DLA Piper ABBC, desde 2020, e conta com experiência essencialmente nas áreas de societário, financeiro e fusões e aquisições.

Na edição de julho/agosto da revista Advocatus, Gonçalo Castro Ribeiro, sócio da DLA Piper ABBC desde 2020, com experiência essencialmente nas áreas de societário, financeiro e fusões e aquisições, partilhou as suas escolhas.

Estas são as suas escolhas!

O livro favorito

“A Tale of Two Cities”, Dickens

O filme que nunca perde…

“Há Festa na Aldeia”, fascina-me desde criança.

Uma série de sempre…

Ultimamente, “Fauda”.

A viagem de eleição…

Próximo e Extremo Oriente, os grandes diferentes.

Uma memória…

Muitas histórias, mas recato e sigilo profissional são de ouro!

Na secretária nunca falta(m)…

Cafés

A primeira coisa que faz quando acorda…

Que previsível… email check… e um beijinho à minha mulher (mas não necessariamente por essa ordem).

O primeiro despertador toca às…

Muitíssimo variável… Escolha uma qualquer hora das 12 que os ponteiros apontam (a sério)!

Para começar bem o dia nada melhor do que…

Ser acordado pelos miúdos, esses adoráveis selvagens (mesmo que eu normalmente resmungue).

A primeira coisa que faz quando chega a casa…

“Lock down” de emails, por um período que a minha família diz ser demasiado curto (embora a inbox normalmente discorde).

Os tempos livres são para…

Qual hobby! “Il dolcissimo far niente”

Um lema de vida…

Sabe, tenho conta de instagram em estado catatónico, por isso nunca pensei muito nisso.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

As escolhas de… Gonçalo Castro Ribeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião