Questionário 36premium

A convicção, o carácter, a competência, não se apuram em Questionários. Percebem-se em comportamentos políticos, na demonstração de raciocínios políticos, na concretização de medidas políticas.

Na entrevista do líder do PSD não há política, mas há muito cálculo político. O líder do PSD não tem metade de uma ideia política para causar comoção nos portugueses e reacção no primeiro-ministro. A conclusão mais evidente perante o vazio aponta para um Presidente do PSD que não quer eleições, que não está preparado para governar, que não tem programa político, que não tem pessoal político. O PSD está na sala de espera de um País em suporte de vida numa emergência com anos de espera. A lógica laranja é deixar o Governo à vontade na sua exuberante incompetência, o País aguenta tudo e os portugueses são um povo passivo e estúpido. Até quando? Não consigo perceber como é que não há uma revolta popular perante a indecência ética e política do Governo. Não consigo perceber por que razão as

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos