Alemanha: Confiança das empresas em máximos desde 2011

O Ifo Institute publicou esta segunda-feira o índice de confiança das empresas alemãs. Está em máximos desde julho de 2011, apontando para a robustez da maior economia da Europa.

O índice de confiança das empresas alemãs subiu para níveis máximos desde julho de 2011, divulgou esta sexta-feira o Ifo Institute. O índice fixa-se nos 112,9 pontos em abril, comparando com os 112,4 pontos registados e revistos em março. É ligeiramente acima das estimativas dos analistas sondados pela Bloomberg.

A avaliação da situação atual melhorou, mas as perspetivas que as empresas têm para os próximos seis meses pioraram, adianta o Ifo, que calcula este índice com base nas respostas de cerca de 7.000 empresas dos setores industrial, da construção e das vendas por grosso e a retalho.

“A economia alemã cresce com força”, disse o presidente do Ifo, Clemens Fuest.

É um dado animador que aponta para que a maior economia da Europa continue a crescer a bom ritmo: em 2016, foi o mais acelerado em cinco anos e as expectativas são de crescimento robusto. Como recorda a agência, a performance da Alemanha é fundamental nas tomadas de decisão do Banco Central Europeu (BCE) que, esta quinta-feira, irá reunir para discutir o programa de estímulos.

"Isto pode reforçar os apelos pela normalização da política monetária pela Alemanha.”

Jennifer McKeown

Capital Economics

“Isto pode reforçar os apelos pela normalização da política monetária pela Alemanha. Mas com a inflação subjacente ainda fraca na zona euro como um todo, duvidamos que o BCE vá ceder”, refere Jennifer McKeown, da Capital Economics, citada pela Bloomberg. Recorde-se que o Ifo Institute aponta para o melhoramento das condições económicas na Alemanha, com o indicador a evoluir de 119,5 em março para 121,1 em abril.

Forte crescimento económico na Alemanha

O Bundesbank, banco central da Alemanha, considera, no seu boletim mensal divulgado esta segunda-feira, que a economia alemã tem um crescimento forte, como assinalam os indicadores de produção industrial e de confiança.

O banco central diz que o crescimento da economia alemã acelerou nos últimos meses e refere que os dados económicos fundamentais dão uma imagem positiva. As encomendas na indústria, as exportações e o consumo privado assinalam que se vai manter uma conjuntura industrial positiva na Alemanha.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Alemanha: Confiança das empresas em máximos desde 2011

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião