Aumento das receitas dos iPhones dão bónus de 74% a Tim Cook

  • Juliana Nogueira Santos
  • 28 Dezembro 2017

Contas feitas, Cook recebeu mais 9,33 milhões de dólares pelo bom desempenho dos números da empresa. O iPhone continuou a ser o produto estrela da marca da maçã.

Tim Cook, o presidente executivo da gigante tecnológica Apple, recebeu este ano um bónus de 74% à boleia da melhoria das receitas do seu produto estrela, o iPhone, recuperar das quedas do ano anterior. Contas feitas, Cook recebeu mais 9,33 milhões de dólares pelo bom desempenho.

Entre bónus, dividendos e salário base, Tim Cook levou para casa 102 milhões de dólares em 2017, como apontam os documentos oficiais da Apple divulgados aos mercados. Os cinco principais executivos da empresa, e braços direitos de Cook, também tiveram direito a bónus de 3,11 milhões, elevando a receita anual para 24,2 milhões de dólares.

Ainda assim, a vida de Tim Cook não é só lucros. Pela primeira vez desde que assumiu a liderança da empresa, Cook reportou 93 mil dólares em despesas só em deslocações do seu avião privado. Os custos de segurança pessoal ascenderam aos 224 mil dólares.

Em 2016, os lucros da Apple registaram um queda dez mil milhões de dólares, fruto da incapacidade de apresentar novos produtos. Já este ano, os lançamentos dos iPhones 8 e X puxaram pelos números da empresa e pela imagem da Apple, com os lucros da empresa a avançarem para os 47,9 mil milhões de dólares, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Comentários ({{ total }})

Aumento das receitas dos iPhones dão bónus de 74% a Tim Cook

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião