Almedina lança guia sobre law enforcement, compliance e direito penal

"Law Enforcement, Compliance e Direito Penal" pretende ser um guia para tudo o que se deve saber do ponto de vista jurídico. Lançado pela Almedina, teve por base a pós-graduação de Law Enforcement.

“Estudos sobre Law Enforcement, Compliance e Direito Penal” é a obra que acaba de ser lançada pela Edições Almedina. O livro contou com a coordenação de Maria Fernanda Palma, Augusto Silva Dias e Paulo de Sousa Mendes, e compila textos que abordam os principais problemas e desafios que autoridades independentes, empresas e dirigentes enfrentam em matéria de law enforcement e compliance.

A obra analisa a relevância do compliance nos diversos âmbitos da ação regulatória, tanto preventiva como sancionatória, e da atividade empresarial e questiona a possibilidade da relação compatível entre o compliance e o law enforcement a cargo das autoridades competentes.

Foi nestes temas, precisamente, que a primeira edição da pós-graduação sobre “Law Enforcement, Compliance e Direito Penal nas atividades bancária, financeira e económica” tocou, organizada pelo Centro de Investigação em Direito Penal e Ciências Criminais (CIDPCC) da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, e que serviram de base para a origem desta obra.

À semelhança do programa multidisciplinar do curso, “Estudos sobre Law Enforcement, Compliance e Dreito Penal” pretende também tratar de forma sistemática os principais problemas jurídicos que resultam da tensão entre law enforcement e compliance.

Com base em doutrina e jurisprudência relevantes, tanto nacionais como estrangeiras, este guia cruza temas substantivos e processuais, em particular nos domínios regulatório, penal e contraordenacional.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Almedina lança guia sobre law enforcement, compliance e direito penal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião