Carros da Tesla vão ficar mais caros. Marca desiste de encerrar lojas

Os preços de todos os modelos da Tesla vão ficar 3% mais caros ainda este mês, à exceção do Model 3. A subida visa compensar os custos com as lojas físicas que, afinal, vão permanecer abertas.

A Tesla desistiu do plano de fechar todas as lojas físicas. Em contrapartida, vai aumentar os preços ao nível global. O custo de todos os modelos vai subir 3% ainda este mês, à exceção do automóvel Model 3. A decisão vai no sentido de compensar a despesa com a manutenção desses espaços presenciais.

Os carros elétricos Model 3s, Model S e Model X vão ficar mais caros a partir de 18 de março, informou a empresa liderada por Elon Musk. Só escapa o Model 3, o mais acessível, que custa 35.000 dólares nos EUA e tem um preço base em Portugal de 56.900 euros. A informação foi avançada pela fabricante num comunicado, citado pelo The Verge.

A decisão de voltar atrás nos planos foi tomada depois de os responsáveis terem passado “duas semanas” a analisar “a localização de todas as lojas de retalho da Tesla”. A conclusão foi a de que muitas podem continuar abertas ao público “com menos trabalhadores”. Contudo, admite que “vai continuar a avaliar” a manutenção destes espaços ao longo dos próximos meses, pelo que algumas lojas físicas vão ser mesmo encerradas e outras continuarão abertas.

A ideia de Elon Musk, anunciada a 28 de fevereiro, era a de encerrar todos os espaços físicos e passar a vender os automóveis apenas na loja online, como forma de eliminar despesas correntes. A notícia tinha sido recebida com surpresa pelo mercado e até algum ceticismo, pois poderia significar a impossibilidade de os clientes experimentarem os veículos, o que poderia resultar em quebras nas vendas.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Carros da Tesla vão ficar mais caros. Marca desiste de encerrar lojas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião