Presidente do Conselho Regional de Lisboa candidato a bastonário dos advogados

  • Lusa
  • 4 Abril 2019

O presidente do Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados, António Jaime Martins, é candidato a bastonário nas eleições de novembro, candidatura que vai apresentar formalmente em maio.

“O atual presidente do Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados, António Jaime Martins, em vias de completar o segundo mandato à frente do maior Conselho Regional do país, anunciará formalmente durante o próximo mês de maio a sua candidatura a bastonário da Ordem dos Advogados para o triénio 2020-22“, refere uma declaração escrita, enviada à agência Lusa, esta quarta-feira.

Em declarações à agência Lusa, António Jaime Martins afirmou que “há dois anos, quando o atual bastonário tomou posse”, ouviu um dirigente da Ordem “fidelizado ao atual bastonário dizer que tinha sido um sol que tinha chegado à Ordem dos Advogados”.

“O que eu verifico é que, passado dois anos, o sol, de facto, não chegou a trespassar a porta e as janelas do Largo de São Domingos [onde está a sede da Ordem] e, efetivamente, a Ordem vive em eclipse total”, afirmou o presidente do Conselho Regional de Lisboa.

Segundo António Jaime Martins, “aquelas que são as atribuições da Ordem, aquilo que os advogados, os cidadãos, as empresas esperam da Ordem, como seja a defesa ativa do Estado de Direito democrático, a defesa dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, a colaboração na administração da justiça, o assegurar o acesso ao Direito e aos tribunais, desde há dois anos a esta parte, a Ordem e o bastonário nada têm feito para isto”.

"O que eu verifico é que, passado dois anos, o sol, de facto, não chegou a trespassar a porta e as janelas do Largo de São Domingos [onde está a sede da Ordem] e, efetivamente, a Ordem vive em eclipse total.”

António Jaime Martins

Presidente do Conselho Regional de Lisboa da OA

O advogado adiantou que é “o apelo dos colegas, dos colegas que não são dirigentes da Ordem, dos colegas que são dirigentes da Ordem ou, atualmente, ou antigos dirigentes da ordem” para que “haja alguém com uma candidatura capaz de assumir como suas prioridades” aquelas que enumerou que aceitou o repto. “Eu tenho um trabalho que é conhecido de muitos milhares de colegas”, declarou, referindo-se aos colegas do Conselho Regional de Lisboa, cerca de 14 mil.

“Espero que aqueles que não conhecem possam conhecer também”, declarou, assinalando que debates que possam ocorrer com outros candidatos permitam elucidar os advogados sobre as pessoas que querem à frente da Ordem, garantindo que vai levar a candidatura até ao fim: “Isso é inequívoco, é uma declaração, esta sim, verdadeiramente irrevogável”.

Segundo a nota enviada à Lusa, “a candidatura, que reúne um grande apoio junto das delegações da Ordem dos Advogados e um amplo consenso no seio da classe, apresentar-se-á a votos em novembro deste ano, com um programa centrado na dignificação da advocacia, na melhoria das condições de acesso ao direito e à justiça, na reforma e modernização da estrutura orgânica da Ordem e na sua aproximação aos advogados”.

Também Isabel da Silva Mendes já anunciou ser candidata a bastonária da Ordem dos Advogados. Até ao momento são conhecidas a intenção de se candidatarem às eleições da Ordem, o atual bastonário Guilherme Figueiredo, e o atual presidente do Conselho Superior da Ordem, Luís Menezes Leitão.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Presidente do Conselho Regional de Lisboa candidato a bastonário dos advogados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião