Tesla reduz número de administradores. Saem quatro até 2020

A Tesla quer tornar o Conselho de Administração "mais ágil e eficiente". Por isso, anunciou ao regulador planos para reduzir o número de membros de 11 para sete. Vão sair quatro gestores até 2020.

A Tesla vai reduzir o número de administradores de 11 para sete. Quatro dos atuais membros do board da fabricante não serão reeleitos e vão deixar a empresa até final do próximo ano, segundo uma informação divulgada pela empresa ao regulador norte-americano dos mercados financeiros.

A decisão da empresa liderada por Elon Musk visa tornar o Conselho de Administração “mais ágil e eficiente” e, segundo a Tesla, não resultou da existência de qualquer conflito ou desacordo entre os administradores.

Segundo a Reuters, Stephen Jurvetson, Linda Johnson Rice, Brad Buss e Antonio Garcias são os quatro gestores em vias de deixar a administração da Tesla. Os dois últimos nomes fazem parte do comité responsável por assegurar que a empresa cumpre os termos do acordo assinado com o regulador, na sequência da polémica dos tweets de Elon Musk.

Desde que foi processado no ano passado por ter publicado informação falsa no Twitter, Elon Musk não deixou de continuar a publicar tweets por sua conta e risco, sem aprovação prévia do comité. Isso levou a que o processo fosse reaberto por alegada violação dos termos acordados entre Musk e a SEC (o regulador) e, na quinta-feira, a Justiça norte-americana deu a ambos mais uma semana para que possam chegar a um novo acordo.

Comentários ({{ total }})

Tesla reduz número de administradores. Saem quatro até 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião