Academia de Código lança pós-graduação em programação com o ISCTE

Candidaturas para o próximo ano letivo terminam a 26 de agosto. Startup portuguesa criou o curso de pós-graduação em programação em parceria com o ISCTE.

A Academia de Código acaba de anunciar a sua primeira pós-graduação em programação, resultado da parceria da startup portuguesa com o ISCTE. O curso chamado Code for All_ISCTE é a nova pós-graduação da universidade e complementa a oferta da Academia de Código em matéria de bootcamps e terá, como estes, a duração de 14 semanas a tempo integral, o equivalente a três meses e meio.

Do curso de programação full-stack fazem parte as linguagens de Java e JavaScript, as mais procuradas no mercado de trabalho, adaptadas a um método de ensino prático, explica a empresa em comunicado.

“Queremos formar cada vez mais programadores e acreditamos estar a construir as soluções acertadas”, assegura João Magalhães, CEO e cofundador da <Code for All_> (holding da <Academia de Código_> e ubbu). “Esta pós-graduação é mais um exemplo da capacidade de inovação do ISCTE na resposta concreta aos desafios da sociedade. Na mesma linha, vamos ter, já no ano letivo de 2019/20, uma disciplina de Ciência de Dados, que será oferecida em todas as licenciaturas, para que os estudantes das diversas áreas tenham a oportunidade de aprender a manusear nos seus domínios disciplinares a nova competência fundamental que é Ciência de Dados”, acrescenta Maria de Lurdes Rodrigues, reitora do ISCTE.

A startup de impacto social regista 96% de empregabilidade de entre os seus mais de 500 programadores formados. As candidaturas para o próximo ano letivo já estão abertas e terminam a 26 de agosto. O curso arranca, depois, a 9 de setembro, e tem a conclusão prevista a 13 de dezembro.

A ideia é que o curso se realize três vezes por ano: uma com arranque em setembro, a outra em janeiro e ainda uma terceira, com início em abril. Cada um dos cursos tem 25 vagas abertas para licenciados em qualquer área de ensino.

As candidaturas são gratuitas e podem ser feitas aqui até 26 de agosto. O preço do custo é de 7.500 euros para alunos e ex-alunos da universidade e de 8.000 euros para os restantes. Há, para todos os alunos, condições especiais de crédito estudantil com a Caixa Geral de Depósitos

Fundada em 2015, a Academia de Código organizou mais de 30 bootcamps e formou mais de 500 desempregados em programação.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Academia de Código lança pós-graduação em programação com o ISCTE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião