Lula da Silva já saiu da prisão

  • ECO e Lusa
  • 8 Novembro 2019

O antigo Presidente brasileiro já foi libertado depois de 580 dias preso em Curitiba.

O juiz Danilo Pereira, da 12.ª Vara Criminal Federal de Curitiba, mandou esta sexta-feira libertar o ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, menos de 24 horas após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir anular prisões em segunda instância. Uma decisão que foi executada pouco depois das 20h30 em Lisboa.

O histórico líder do Partido dos Trabalhadores (PT) foi preso após ter sido condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), num processo sobre a posse de um apartamento, que os procuradores alegam ter-lhe sido dado como suborno em troca de vantagens em contratos com a estatal petrolífera Petrobras pela construtora OAS.

O juiz determinou ainda o aumento das medidas de segurança para a saída do antigo Presidente.

“Determino, em face das situações já verificadas no curso do processo, que as autoridades públicas e os advogados do réu ajustem os protocolos de segurança para o adequado cumprimento da ordem, evitando-se situações de tumulto e risco à segurança pública”, disse o magistrado, no seu despacho.

Determino, em face das situações já verificadas no curso do processo, que as autoridades públicas e os advogados do réu ajustem os protocolos de segurança para o adequado cumprimento da ordem, evitando-se situações de tumulto e risco à segurança pública

Despacho do juiz Danilo Pereira

Apoiantes de Lula da Silva, que se encontra a cumprir pena por crimes de corrupção, estavam concentrados em maior número perto do local onde está detido, na cidade de Curitiba, na expectativa da sua saída da cadeia.

Lula da Silva anunciou que após sair da cadeia pretende participar em grandes viagens pelo país, as famosas “caravanas”, para aumentar a sua popularidade e incorporar a oposição ao Presidente do país, Jair Bolsonaro. As suas primeiras palavras, transmitidas pela RTP3, fora um gracejo de que “há muito tempo não via um microfone” e frisou que os seus apoiantes “não sabem o significado” de estar junto deles. “Vocês eram o alimento da democracia que eu precisava para resistir à safadeza e à canalhice que um lado podre do Estado brasileiro fez comigo e com a democracia brasileira”, disse o ex-Presidente aos apoiantes.

Luiz Inácio Lula da Silva deixa a prisão em Curitiba após um ano e sete meses de detenção por corrupção, depois de o Supremo Tribunal ter decidido que os arguidos só podem ser detidos depois de o processo ter transitado em julgado, ou seja, depois de esgotadas todas as possibilidades de recurso.Hedeson Alves/EPA 8 Novembro, 2019

Agradeceu a todos os que ajudaram à sua libertação e deixou duras críticas ao Executivo que “tentou criminalizar a esquerda e o PT”. Lula disse que vai concentrar os seus esforços para provar a existência da “quadrinha” que não prendeu o homem, mas tentou “matar uma ideia”, numa referência ao Ministério Público e à Polícia Federal.

Lula disse que, apesar de considerar seu processo injusto, não guarda mágoas. “Eu saio daqui sem ódio. Aos 74 anos meu coração só tem amor”. E até brinca sublinhando que conseguiu “a proeza de, preso, arranjar uma namorada e ainda aceitar casar” com ele. Incentivado pelo público, o ex-Presidente, que na juventude era torneiro mecânico, beijou a namorada, a socióloga Rosangela da Silva, também conhecida por Janja.

Consegui a proeza de, preso, arrumar uma namorada e ainda ela aceitar casar comigo. É muita coragem dela.

Lula da Silva

Ex-Presidente do Brasil

De acordo com a Folha de São Paulo, o Presidente Jair Bolsonaro faltou a uma entrevista que tinha agendada e evitou o contacto com a imprensa, em Goiânia, onde se encontrava para uma cerimónia de entrega de autocarros escolares, conseguindo assim comentar a libertação de Lula da Silva.

Lula fica em liberdade, mas já em novembro vai responder por um novo processo, sendo que no total tem oito ainda por responder. Dos 17 presos envolvidos no processo Lava Jato, há oito que já pediram também a libertação para aguardar fora da cadeia até que termine o trânsito em julgado do processo, tal como prevê a Constituição brasileira, desde que o suspeito não tenha sido apanhado em flagrante delito.

(Notícia atualizada às 21h27 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Lula da Silva já saiu da prisão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião