Mapfre Seguros Gerais confirma administração

  • ECO Seguros
  • 11 Dezembro 2019

A ASF confirmou a recondução da administração em Portugal da Mapfre Seguros Gerais. A empresa está em 11º lugar no ranking nacional por valor de prémios emitidos em Não Vida.

No conselho de administração da Mapfre Seguros Gerais em Portugal o presidente continuará a ser José Manuel Inchausti Pérez, tendo como vice-presidente Juan Fernández Palacios e como vogais Luis Anula Rodriguez, Andrés Jiménez Herradón, Antonio Núñez Tovar, António Luís de Azevedo Portela, Javier del Río Martín e Miguel Pedro Caetano Ramos.

A Mapfre está em Portugal desde 1986, ocupando no ano passado o 11º lugar do ranking de produção Não Vida com cerca de 96 milhões de euros de prémios emitidos, enquanto na companhia Mapfre Vida faturou 39,4 milhões de euros, o 18º lugar do ranking deste segmento. Em conjunto com o Bankinter Vida, a seguradora afirma ter faturado 399,3 milhões de euros, ocupando o 6º lugar do ranking deste segmento”.

Presente em todo o território nacional português, a Mapfre conta com 100 lojas, para além de ter estabelecida uma rede de mediadores. Com sede em Lisboa, emprega mais de 300 pessoas.

A nível internacional, a MAPFRE é a maior seguradora espanhola do mundo, é o terceiro grupo segurador na América Latina e está entre os maiores da Europa, por volume de prémios. A Mapfre, afirma a empresa, conta com mais de 35 mil colaboradores nos cinco continentes em que opera, tendo atingido, em 2018, cerca de 27 mil milhões de euros em receitas, com um lucro líquido de 529 milhões de euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Mapfre Seguros Gerais confirma administração

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião