Dívida pública sobe 2,3 mil milhões em janeiro. Está nos 252,1 mil milhões

A dívida pública começou o ano a subir. Aumentou 2,3 mil milhões de euros em janeiro, atingindo os 252,1 mil milhões de euros, segundo o Banco de Portugal.

A dívida pública portuguesa arrancou o novo ano a subir 2,3 mil milhões de euros, atingindo os 252,1 mil milhões de euros em janeiro, de acordo com os dados divulgados esta segunda-feira pelo Banco de Portugal. É o valor mais elevado desde setembro do ano passado.

“Para este aumento contribuiu essencialmente o acréscimo dos títulos de dívida, que foi parcialmente compensado pela redução de Certificados do Tesouro“, explica a instituição liderada por Carlos Costa.

Em janeiro, o IGCP realizou uma emissão sindicada de Obrigações do Tesouro a dez anos, numa operação em que obteve um financiamento de 4.000 milhões de euros. Por outro lado, o investimento nos produtos de poupança do Estado afundaram mais de 650 milhões no primeiro mês de 2020, com os Certificados do Tesouro a perderem 690 milhões de euros.

Acrescenta o Banco de Portugal que os ativos em depósitos das administrações públicas aumentaram 2,9 mil milhões de euros, “pelo que a dívida pública líquida de depósitos diminuiu 500 milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 234,7 mil milhões de euros”.

Fonte: Banco de Portugal

Este desempenho surge depois de o Governo ter fechado 2019 com a dívida pública nos 117,7% do Produto Interno Bruto (PIB), menos 12,2 pontos percentuais do que o estimado pelo Executivo. É o valor mais baixo desde 2011, e acontece não só por via da redução nominal da dívida, mas também pelo andamento positivo da economia. Em 2019, a economia cresceu 2,2%.

Para 2020, Mário Centeno prevê nova descida da dívida pública, apontando para uma descida para 116,2% do PIB.

(Notícia atualizada às 11h06)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dívida pública sobe 2,3 mil milhões em janeiro. Está nos 252,1 mil milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião