Cursos intensivos e MBA 100% digitais: escolas de gestão ajudam a preparar o futuro pós-pandemia

Cursos e formações intensivas e MBA 100% digitais são algumas opções das escolas de gestão e negócios, para dar continuidade às formações e ajudar a preparar o futuro pós-Covid através da formação.

Em tempos de quarentena, continuar os estudos pode ser um plano adiado mas algumas escolas de gestão e negócios nacionais e internacionais estão a adaptar-se ao universo 100% digital para dar continuidade às formações. Além disso, algumas universidades estão mesmo a direcionar os conteúdos dos próximos cursos, com o objetivo de apoiar profissionais, empresas e entidades a preparem-se para fazer gerir o período pós-Covid 19.

É o caso da Nova School of Business & Economics (Nova SBE), que lançou mais de 20 programas de formação intensiva 100% online, com conteúdos que pretendem ajudar as empresas a enfrentar a disrupção da pandemia. Resiliência financeira, como reinventar o negócio, desenvolvimento de negócio, coaching, inovação e gestão de operações, e-commerce, burnout e gestão emocional nas organizações, são alguns dos temas do portefólio.

A formação de executivos da Nova SBE criou ainda o selo de applied knowledge (conhecimento aplicado), que será atribuído a todos os participantes que demonstrem que o conhecimento foi efetivamente aplicado na organização nos seis meses seguintes ao curso.

O Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG) garante estar preparado para migrar para o digital, mas confirma não ter planos para transformar o programa de MBA Executivos 2020 para uma versão online. A escola de gestão acredita que o sucesso da versão 100% digital poderá vir a ditar o futuro.

“Estamos perfeitamente habilitados para, em caso de necessidade, fazermos uma reconversão da metodologia de entrega das aulas. A verdade é que, neste momento, temos duas edições do MBA (estudantes que estão no 1º ano e estudantes que estão no 2º ano) com os participantes a trabalharem uns com os outros e com os professores num modelo de formação totalmente à distância“, refere o ISEG em esclarecimento enviado à Pessoas.

"Estamos perfeitamente habilitados para, em caso de necessidade, fazermos uma reconversão da metodologia de entrega das aulas. ”

Fonte do ISEG

Por outro lado, nos cursos executivos de menor duração, o ISEG optou por adiar e prevê criar uma alternativa de e-learning mais completa. “Estamos a investir na formação dos nossos docentes e também na tecnologia de suporte a uma experiência de formação online de grande qualidade”, refere o mesmo documento.

Na área da formação de executivos, a Católica Lisbon School of Business & Economics confirmou à Pessoas que, em breve, serão lançados programas 100% online, focados nas necessidades dos executivos pós-Covid 19. A formação executiva presencial foi adiada mas, para quem estava inscrito nos programas em curso, têm sido criadas alternativas online para acompanhar os alunos.

O futuro avizinha-se um misto de presencial e de digital e a formação de executivos está a encontrar, por isso, novas formas de criar valor, respondendo a esta disrupção com inovação em ambas as modalidades”, refere a universidade em comunicado.

Na área da formação customizada, a Católica está a converter vários programas para formato digital e, na área da formação aberta, a universidade está a apostar na oferta online de formação nas áreas relacionadas com o comportamento, de inovação e disrupção.

Face à pandemia, também a Porto Business School lançou oito programas de formação para executivos online e o The Digital MBA, que será lecionado maioritariamente online, dando aos alunos mais flexibilidade a nível de tempo e de mobilidade. As candidaturas para o The Digital MBA já estão abertas e podem ser submetidas no site oficial.

“O The Digital MBA destina-se a profissionais que pretendem desenvolver competências de gestão, numa perspetiva 360°, para impulsionar a inovação e a transformação digital, de forma transversal, nas organizações e procuram um formato flexível, customizável, adaptado ao seu ritmo e estilo de vida“, explica a escola de negócios do Porto em comunicado.

Formação internacional

Se já pensou em tirar uma formação executiva fora do país, a formação online pode ser a oportunidade certa. É o caso dos MBA e de outros cursos que, um pouco por todo o mundo, estão a transitar para o digital. Na Imperial College Business School toda a formação executiva transitou para o remoto. O Global MBA dura dois anos, arranca em setembro e as inscrições já estão abertas.

Na britânica London Training for Excellence há vários cursos online e gratuitos, que podem durar desde cinco dias até três semanas. Competência de gestão e liderança, gestão de crise, gestão de mudança, desenvolvimento de negócio e liderança de equipa são algumas das formações disponíveis.

Também na escola online espanhola EBS Business School — que, em 2017, adaptou o MBA em Marketing e Digital Business para português — encontram-se vários cursos de formação executiva 100% online:Digital business” com especialização em transformação digital, “Empreendedorismo digital” e ainda um MBA Executivo em “Transformação digital”. O MBA online de Digital Business dura pouco mais do que dois meses, inclui 60 aulas por semana e 40 masterclasses.

*Artigo atualizado a 13 de maio, com mais informação sobre os programas de formação de executivos online e o The Digital MBA, da Porto Business School.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cursos intensivos e MBA 100% digitais: escolas de gestão ajudam a preparar o futuro pós-pandemia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião