Bolsa de Lisboa acelera à boleia da energia

EDP, EDP Renováveis e Galp brilham em Lisboa, mas a estrela nos mercados internacionais está a ser a prata que dispara mais de 9%. É o novo alvo dos pequenos investidores do Reddit.

Depois de perdas de 2% em janeiro, no pior arranque de ano desde 2017, a bolsa nacional iniciou o mês de fevereiro numa toada positiva, à boleia do setor da energia.

A EDP soma 0,89% para 5,218 euros e a EDP Renováveis ganha 0,67% para 22,7 euros. A petrolífera Galp também está em alta de 0,19%.

O PSI-20, o principal índice português, valoriza 0,55% para 4.820,92, naquela que é a segunda sessão positiva, depois de um ciclo negativo que durou seis sessões. Apenas três cotadas estão abaixo da linha de água.

Com a Ibersol a liderar as subidas e a Semapa a valorizar 0,6% no dia em que apresenta as contas anuais, a praça lisboeta acompanha o sentimento positivo que se verifica nas principais bolsas europeias. Os ganhos do PSI-20 estão em linha com as subidas de 0,5% do Stoxx 600. Os principais índices de Madrid e Paris sobem um pouco mais, com ganhos de 0,8% e 0,7%, respetivamente.

No mercado das matérias-primas, a prata dispara mais de 9% para máximos de cinco meses impulsionada pela procura “concertada” por parte de um grupo de pequenos investidores em diversas plataformas na internet, como o Reddit. Este fenómeno já tinha visado outras ações, como a GameStop e a Nokia na semana passada.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Lisboa acelera à boleia da energia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião