Task force obriga Lisboa a mudar critérios de vacinação

  • ECO
  • 7 Março 2021

Lisboa e Vale do Tejo era a única ARS do país que estava a fazer chamadas para a vacinação de forma automática e aleatória. As restantes sempre criaram uma ordem de prioridades por idade.

A Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) mudou os critérios de vacinação por ordens do coordenador da task force para a vacinação contra a Covid-19, Henrique Gouveia e Melo, segundo noticia este domingo o Público (acesso condicionado). Ao contrário das restantes ARS do país, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo estava a fazer chamadas para a vacinação de forma automática e aleatória.

“Os ACES [agrupamentos de centros de saúde] da região de Lisboa e Vale do Tejo estão a convocar os dois grupos de utentes prioritários por ordem decrescente de idade, de acordo com as recentes orientações do coordenador da task force”, garantiu a ARS de LVT ao diário, avançando que a “alteração de procedimentos ocorreu há cerca de 15 dias”.

Queixas feitas à Direção-Geral de Saúde (DGS), à Entidade Reguladora da Saúde e à Provedoria de Justiça sobre idosos que não estão a ser chamados para receber a vacina poderão estar na origem da alteração. A partir de agora, a ARS de LVT passou a convocar idosos a partir dos 80 anos e doentes de maior risco com mais de 50 anos usando o critério da idade, à semelhança do que já se fazia nas outras quatro ARS do país, acrescenta o Público.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Task force obriga Lisboa a mudar critérios de vacinação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião