Família Queiroz Pereira sobe preço da OPA sobre a Semapa para 12,17 euros

A revisão em alta, para 12,17 euros por ação, acontece após uma reação negativa do mercado e apesar de a gestão ter considerado o preço oportuno.

A Sodim, holding da família Queiroz Pereira, subiu o preço da oferta pública de aquisição (OPA) que lançou sobre a Semapa. A revisão em alta, para 12,17 euros por ação, acontece após uma reação negativa do mercado e apesar de a gestão ter considerado o preço oportuno.

“Vem o oferente comunicar que deliberou, nesta data, proceder ao aumento do montante da contrapartida oferecida, no âmbito dessa oferta de 11,40 euros por ação para 12,17 euros por ação, representado um aumento de 6,8% face ao valor da contrapartida inicialmente oferecida constante do anúncio preliminar“, anunciou a Sodim, em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O anúncio preliminar da operação geral e voluntária foi feito a 18 de fevereiro. A família Queiroz Pereira, que já controla mais de 73% da cotada, propõe-se assim a pagar 12,17 euros por cada ação da Semapa que ainda não detém e definiu como cláusula de sucesso a aquisição de 90% dos direitos de voto. O novo valor representa um prémio de 28,1% face à última cotação de fecho das ações em bolsa antes do anúncio ou um prémio de 46,5% face ao preço médio dos seis meses anteriores.

Analistas e investidores já tinham sinalizado considerar o preço baixo, refletindo essa convicção no desempenho da empresa em bolsa. Logo na sessão seguinte ao anúncio a cotação disparou e, desde então, já ganhou quase 26%, tendo fechado a sessão desta terça-feira nos 11,96 euros. Já o Conselho de Administração considerou a OPA “oportuna” e as condições “adequadas”.

Se a Sodim comprar os mais de 22,8 milhões de títulos que são objeto da oferta a 12,17 euros cada, a OPA irá implicar um investimento da holding da família Queiroz Pereira de cerca de 277,5 milhões de euros (mais 17,5 milhões do que inicialmente previsto). No anúncio preliminar, a Sodim frisa que é sua intenção, “independentemente dos resultados da OPA, dar continuidade à atividade empresarial da Semapa e das sociedades por ela controladas em moldes similares aos que têm vindo a ser por estas desenvolvidos”, mas poderá vir a tirar a empresa da bolsa.

Se vier a deter pelo menos 90% dos direitos de voto da Semapa e, simultaneamente, adquirir, pelo menos, 90% das 22.831.666 ações da Semapa que são objeto da OPA, a Sodim irá recorrer ao mecanismo de aquisição potestativa das ações que permanecerem na titularidade de outros acionistas (“squeeze-out”).

Contudo, se não adquirir pelo menos 90% das ações que são objeto da OPA mas vier a deter pelo menos 90% dos direitos de voto da Semapa, irá promover a perda de qualidade de sociedade aberta da Semapa e saída de bolsa e, posteriormente, ponderará então se irá proceder a uma aquisição potestativa das ações da Semapa que permanecerem na titularidade de outros acionistas.

A Semapa, que controla a papeleira Navigator e a cimenteira Secil, tem como CEO João Castello Branco e como chairman José Antônio Fay. A empresa fechou o ano passado com um lucro de 106,6 milhões de euros, o equivalente a uma descida de 14,1% face aos 124,1 milhões de euros observados em 2019 tendo anunciado também esta terça-feira ao mercado que pretende distribuir dividendos no valor de 51 cêntimos por ação.

(Notícia atualizada às 19h50)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Família Queiroz Pereira sobe preço da OPA sobre a Semapa para 12,17 euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião