32 marcas europeias de seguros valem 150 mil milhões de euros

  • ECO Seguros
  • 18 Junho 2021

Allianz encabeça o conjunto de seguradoras na lista das 500 marcas europeias mais valorizadas, revela a mais recente avaliação da Brand Finance. Conheça as marcas de seguros com mais valor na Europa.

A Allianz, 10ª no ranking global de marcas europeias e valorizada em 17,2 mil milhões de euros (-23,3% e a descer do 7º lugar que ocupou em 2020) é a Marca de Seguros mais valiosa na Europa. A AXA (19ª da tabela geral) vale 14,74 mil milhões (+12% do que no ano anterior e a subir seis posições relativamente a 2020).

A Zurich, descendo de 56º para o 61º lugar por ter perdido 11,8% da valorização e vale agora 6,56 mil milhões, é a terceira marca mais valiosa do setor. A marca Generali (64ª) recuou 7 lugares face a 2020 e este ano vale 6,46 mil milhões de euros (-12%) numa lista produzida pela Brand Finance.

A Aviva Plc é a 5ª marca mais valorizada entre as seguradoras, avaliada em 5,81 mil milhões e a ocupar a 73ª posição da tabela geral (69ª em 2020). Além da Poste Italiane (no 79º lugar e valorizada em 5,28 mil milhões), a Munich Re (97ª na lista) vale cerca de 4,58 mil milhões (+8,7% do que em 2020) e é a última entidade de seguros identificada entre as cem marcas mais valiosas na Europa.

Ampliando às 500 europeias de maior valor, o ranking de seguros ordena-se assim:

Fonte: Brand Finance Europe 500 2021. Tratamento ECO Seguros.

Na análise à reputação por indústrias, os Seguros obtêm 6.6, num índice máximo de 10 pontos e a posicionarem-se como 16º setor mais valioso na estrutura do índice liderado pela indústria de Cosmética (7.6), seguindo de Alimentação (7.6); Eletrodomésticos (7.5); Hotéis (7.4) e Techs (7.2). Os bancos, que estão no 19º lugar em termos de reputação, obtêm 6.3 pontos. Por valor setorial, indústria automóvel domina na Europa, pesando 14% do valor do ranking geral, ocupando a liderança em valor ao volante da Mercedes-Benz e em fortaleza (strenght), montada na Ferrari, nº 1 no índice de robustez.

O estudo Brand Finance Europe 500 (2021) reflete também o impacto da pandemia sobre o valor das maiores marcas europeias que, tendo perdido 10% (200 mil milhões), somam em conjunto 1,76 biliões de euros. Pelo que investem nas marcas, as seguradoras representam 8,52% do valor total do índice, ou perto de 150 mil milhões de euros.

Na tabela geral (todos os setores), o Top 3 das marcas globais europeias mais valorizadas é ocupado emblemas germânicos: Mercedes-Benz, 49,57 mil milhões de euros; Deutsche Telekom, 43,51 mil milhões e Volkswagen, 40,03 mil milhões.

Na análise por países, a Alemanha (65 marcas que somam cerca de 437 mil milhões de euros) pesa um quarto do ranking (24,8% do valor total reconhecido às 500), seguida da França, com 91 marcas e 20,1% do valor global do índice. O Reino Unido é 3º na ordenação por países, com 101 marcas e 16,7% de peso no ranking europeu. Estas três nacionalidades são domicílio de mais de metade das listadas no ranking das 500 mais valorizadas da Europa.

Às empresas inseridas em economias mais pequenas, a consultora britânica aconselha reforço de investimento nas marcas domésticas para impulsionar expansão internacional, Portugal está representado por duas marcas, nomeadamente EDP (210ª) e Galp (310ª).

De acordo com a consultora britânica, o valor de marca refere-se aos ganhos arrecadados e especificamente associados com a reputação da marca e as organizações detêm e controlam essas receitas através da propriedade de direitos de marca registada.

Na abordagem ao valor das marcas, a Brand Finance incorpora também quanto é que os consumidores estão dispostos a pagar pelo uso efetivo das marcas. Esta metodologia, designada “Royalty Relief”, é amplamente utilizada, por ser “a mais próxima da realidade”, explica a companhia.

A lista das 500 marcas europeias mais valorizadas em 2021 pode ser vista aqui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

32 marcas europeias de seguros valem 150 mil milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião