Windows 11 será gratuito, integra Teams e corre aplicações do Android

A Microsoft pôs fim a meses de especulação e apresentou esta quinta-feira o novo Windows 11, que será disponibilizado gratuitamente aos atuais utilizadores do sistema operativo. Conheça as novidades.

Seis anos depois de lançar o Windows 10, a Microsoft apresentou esta quinta-feira uma nova versão do sistema operativo: vem aí o Windows 11. A informação foi confirmada pela empresa num evento internacional, depois de vários meses de pistas e de uma grande fuga de informação, com o pacote de instalação a circular livremente na internet.

O Windows 11 será disponibilizado gratuitamente aos atuais utilizadores do Windows 10 que tenham equipamentos compatíveis, nomeadamente um processador 64-bit, 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento livre.

Visualmente, a barra de tarefas adota um novo alinhamento centrado, destacando-se ainda o desaparecimento dos “Live Tiles” que marcaram o Windows desde a versão 8. Relevante é também a integração da plataforma de trabalho Teams no Windows 11: um botão vai dar acesso instantâneo a chamadas e mensagens com a família e colegas, o que está a ser interpretado como um afastamento do Skype.

Um clique com o botão direito do rato na área dos botões minimizar, maximizar e fechar abre um novo conjunto de botões a que a Microsoft chamou de Snap Layouts. Tratam-se de configurações padronizadas para a disposição de janelas no ecrã que permitem alternar rapidamente entre modo de ecrã dividido ao meio, ou em três e quatro colunas ou linhas.

Quanto a aplicações, o Windows 11 consegue correr de forma nativa as aplicações do sistema operativo Android. Os utilizadores vão poder descarregá-las da Microsoft Store, o que significa que será possível usar aplicações móveis como o Tik Tok no computador. Para os programadores, há boas notícias: o sistema de pagamentos da empresa não cobra qualquer comissão.

Por fim, a empresa promete ainda que as futuras atualizações ao Windows serão 40% inferiores em tamanho comparativamente com o atual Windows 10 e acontecerão em segundo plano, para não interromperem o utilizador durante o trabalho. Atualmente, mais de 1,3 mil milhões de dispositivos correm o Windows 10 e esta semana a Microsoft atingiu, pela primeira vez, os dois biliões de dólares em valor de mercado na bolsa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Windows 11 será gratuito, integra Teams e corre aplicações do Android

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião